Saúde e DDHH
09/08/2010
Profissionais de educação da rede municipal de São João de Meriti fazem paralisação de 48 horas e ato público na prefeitura dia 11 de agosto. Decisão foi tomada em assembléia realizada dia 6 de agosto.
A paralisação e o ato serão em protesto contra: . DOIS ANOS SEM REAJUSTE SALARIAL; . PROFISSIONAIS SÃO DESCONTADOS QUANDO TIRAM LICENÇA MÉDICA EM 50% DOS SEUS SALÁRIOS. ADOECER EM SJM É CRIME! . O PREFEITO QUER ACABAR COM O PLANO DE CARREIRA ATUAL, QUE GARANTE 15% POR TEMPO DE SERVIÇO E FORMAÇÃO, E IMPOR UM PLANO QUE TIRA ESSE DIREITO DA CATEGORIA, ALÉM DE ACABAR COM 65% POR CENTO DE TRIÊNIO AO FINAL DE CARREIRA; . VÁRIAS ESCOLOLAS DO MUNICÍPIO ESTÃO CAINDO AOS PEDAÇOS, COM GOTEIRAS NAS SALAS, INFILTRAÇÃO,ENTULHOS ETC. HÁ ALUNOS ESTUDANDO EM VERDADEIROS PORÕES SUFOCANTES, ONDE NENHUM SER HUMANO DEVERIA FICAR NEM 5 MINUTOS; . A MERENDA É DE POUQUISSÍMA QUALIDADE E QUANTIDADE; . O ATO PÚBLICO, QUE CONTARÁ COM A PRESENÇA DOS ALUNOS, ACONTECERÁ NA PORTA DA PREFEITURA, NESTA QUINTA FEIRA, 11 DE AGOSTO, ÀS 10 HORAS.
Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450