Saúde e DDHH
04/09/2017
Sepe teve audiência com a Seeduc para discutir Língua Estrangeira e matriz curricular


Reunião realizada com a Seeduc dia 1º de setembro:

Pontos debatidos:

1) Obrigatoriedade do ensino de espanhol: com a presença das professoras Priscila e Denise Esteves, representantes de base, foi cobrado pelo Sepe a resposta da SEEDUC com relação à lei 2447 de 16 de outubro de 95, que torna obrigatória a inclusão no currículo escolar do ensino do idioma Espanhol. A subsecretária do setor pedagógico, professora Patrícia Alexandre, afirmou que o entendimento do setor jurídico da SEEDUC é diferente; o jurídico da SEEDUC entende que é obrigatório disponibilizar a disciplina, mas a escolha pelos alunos é opcional. Solicitamos o parecer por escrito; a SEEDUC concordou e afirmou ainda que entrará em contato com a Comissão de Educação;

A direção do Sepe apresentou a situação de vários locais onde, na prática, a escolha dos alunos não está sendo respeitada pelas Metros. A SEEDUC se comprometeu em enviar uma circular para as Metros e regionais para que essas escolhas sejam acatadas.

2) Após esse ponto, apresentamos as deliberações da Plenária de grade curricular realizada no Sepe, no dia 31/8/17:

A) Nenhuma disciplina com menos de dois tempos;

B) Educação religiosa sendo tratada de acordo com a LDB;

C) Que as disciplinas de língua estrangeira sejam obrigatórias;

D) Reiteramos que a grade apresentada na semana passada era um retrocesso às conquistas da categoria.

E) 

A SEEDUC apresentou uma nova proposta que será apresentada na Plenária de grade curricular, no dia 16/9 com TODAS as disciplinas. Por esta nova proposta, a Seeduc restabelece o ensino de Filosofia e Sociologia com dois tempos em todos anos do ensino médio.

A subsecretária informou que o tempo para fechamento da grade, por questões burocráticas, é exíguo; reforçamos que discutiremos com a categoria no dia 16/9; ficou marcada uma nova reunião para o dia 18/9/17 com o setor pedagógico.

Ao final, denunciamos vários casos de punição de professores que faltaram ao dia de planejamento mesmo não sendo seu dia na escola e professores que estão com problemas de lotação.

Por último cobramos o cumprimento do 1/3 de planejamento, enquadramento e a devolução dos 17 dias descontados, formalizamos a necessidade de audiência com o secretário de educação.


Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450