Saúde e DDHH
02/10/2017
Moção de apoio à companheira atacada pela Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro
Mais um ataque brutal a uma companheira de luta! Simplesmente por expor um cartaz sobre os absurdos do governo Crivella, como a redução da cópias e merenda, e sobre a pauta de reivindicações da paralisação do dia 03/10, a docente está sofrendo grave assédio moral e perseguição política. O próprio secretário César Benjamin entrou em contato, por telefone, com a escola, dando a ordem de retirada do cartaz. Ao chegar na escola em que trabalha no 3º turno, recebeu uma convocação para uma audiência na 3ª CRE. Nessa audiência, ocorrida no dia 28/09, o responsável geral da 3ª CRE informou à professora que a mesma perdeu sua dupla, a requisição para o PEJA (sofrendo perda salarial) e foi removida compulsoriamente de escola. A professora, ainda, está sofrendo ameaça de sindicância, inquérito administrativo ou processo de exoneração. 
Vale ressaltar que a professora é extremamente elogiada por professores(as), estudantes e responsáveis devido ao seu trabalho pedagógico impecável. Entendemos que o espaço educacional é um espaço libertador, portanto livre de preconceitos. Além disso, a companheira é militante em nosso sindicato e se destaca no enfrentamento e disposição para a luta, fato que, como sabemos, resulta em perseguições covardes como a que ela vive nesse momento. É importante que se destaque que o ataque à camarada não é, e nem pode ser visto como um ataque individual. Assumimos esse ataque como uma tentativa de silenciamento do grito de uma categoria inteira, da mesma forma que assumimos a tarefa de resposta coletiva à covardia do governo. Não podemos nos calar diante de tal ataque! O ataque é coletivo!
Diante do exposto, repudiamos a atitude da SME/RJ e nos opomos a qualquer forma de silenciamento da luta de classes. O conjunto de trabalhadores(as), organizados(as) neste sindicato, se solidariza e apoia a companheira, inclusive com apoio jurídico. Afirmamos que estamos juntos(as) em mais esse enfrentamento. Ninguém fica para trás!!
Assinam a presente moção:
Sindicato Estadual do Estado do Rio de Janeiro (SEPE/RJ)
Coletivo Sindicalismo Revolucionário (CSR)
Comitê Classista de Mobilização Permanente
RALÉ – Rede Autônoma de Luta pela Educação
Milite! Base em Movimento
Ocupação Sindical
Nova Organização Socialista (NOS)
Movimento por uma Alternativa Independente e Socialista (MAIS)
Movimento Mulheres em Luta
CSP-Conlutas
Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados (PSTU)
Quilombo Raça e Classe
Braços Dados coletivo trabalhadores anticapitalitas
Colare – Coletivo Lagos Revolucionário
Movimento o Trabalhador da Escola
Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450