Saúde e DDHH
31/10/2017
Prefeitura do Rio lança quarta parcela do PCCS no contracheque de outubro
Os profissionais da rede municipal do Rio que já tiveram acesso aos contracheques virtuais estão registrando que o vencimento deste mês está vindo com a nova parcela do Plano de Cargos e Salários. Trata-se da quarta de um total de cinco parcelas pagas pela prefeitura desde a implementação do PCCS, em 2013.

O pagamento desta quarta parcela é uma vitória da mobilização da categoria ainda em 2013, ano em que a rede municipal realizou uma greve histórica, com milhares de profissionais ocupando as ruas da cidade para exigir do governo municipal um plano de carreira justo e melhores condições de trabalho e valorização profissional.
Em outubro do mesmo ano, naquele que ficou conhecido como o “dia da vergonha”, o prefeito Eduardo Paes, juntamente com o governado Sérgio Cabral colocaram o centro do Rio em “estado de sítio” e mandaram a PM e a guarda municipal agredirem os profissionais de educação para que a Câmara de Vereadores aprovasse o PC proposto por Paes.

Mas a mobilização maciça da categoria acabou obrigando o prefeito e a SME a negociarem com os profissionais que, durante mais de dois meses travaram uma luta que conquistou o apoio da sociedade do Rio de Janeiro para garantir uma educação pública de qualidade para todos.
Com os crescentes cortes e ajustes feitos pelo prefeito Crivella em todos os setores da administração municipal, havia um temor da parte da categoria de que o governo municipal não honrasse mais este compromisso, já que até hoje não foi anunciado o reajuste anual do funcionalismo, nem paga primeira parcela do 13º salário, esta já anunciada pelo líder do prefeito na Câmara. Vereador Paulo Messina, para o dia 20 de novembro.
 
Veja matéria do Jornal Extra sobre o assunto pelo link abaixo:
 
Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450