Saúde e DDHH
31/10/2017
Sepe Teresópolis luta pela garantia do passe livre para estudantes das redes públicas

DO SEPE TERESÓPOLIS:

Alunos da rede municipal de Teresópolis foram abandonados na estrada Rio-Bahia pelo motorista e cobrador da empresa de ônibus Dedo de Deus, após detectarem problemas no cartão Riocard. As crianças de 5 e 8 anos foram colocadas dentro do ônibus pela mãe, na região de Albuquerque, mas o motorista saiu sem que as crianças tivessem passado pela roleta. Essa prática é comum a muitas famílias do interior e da zona urbana, pois não há dinheiro para pagar o transporte de ida e volta para levar seus filhos. Hoje, a situação ainda é pior, pois a cidade está cada vez mais empobrecida, enquanto o prefeito se preocupa com seus bens. As crianças voltaram sozinhas para casa e, durante o trajeto, poderiam ter sofrido qualquer tipo de violência.

A Câmara de vereadores da cidade precisa se posicionar e rever a lei que garante gratuidade aos estudantes, pois o direito à educação não pode estar vinculado a um cartão.

A mãe, que havia postado a denúncia no Facebook no dia 26/10/17, retirou a postagem por orientação de seu advogado, pois está sendo criminalizada.

Que toda criança uniformizada (quando o governo garante o uniforme) e em horário escolar tenha o direito ao transporte público, independentemente do cartão Riocard. Para além, o SEPE defende que alunos possam usufruir desse direito também aos fins de semana, a fim de garantir junto à sua família o direito à cultura, ao lazer, previstos na Constituição e no ECA.

Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450