Saúde e DDHH
09/01/2018
Sepe teve reunião com direções eleitas nas escolas estaduais hoje (dia 9/1)
Direções eleitas nas escolas estaduais estiveram hoje (dia 9/1) no Sepe para uma reunião com a direção do sindicato.
Veja o que foi discutido e orientações tiradas do encontro.
 
- Não ao fechamento de turmas durante o ano;
 
- Lutar para que seja aprovada uma lei (resolução) que defina número máximo de alunos por turma, considerando o fazer pedagógico. Não aceitamos turmas superlotadas;
 
- Garantir a autonomia das direções eleitas na abertura de turmas  (saiu uma Circular Interna 6 em 26/12/2017 que impede a direção de escola de agir neste sentido);
 
- Cuidado com a lógica do governo com a evasão dos alunos, que obriga a uma previsão de turmas com excesso de alunos;
 
- Formar/ampliar o Coletivo de direções eleitas;
 
- Fazer boletim co esses encaminhamentos para direções eleitas;
 
- Que o Sepe produza um estudo junto ao DIEESE e ao professor Nicholas Davies, da UFF, recuperando o processo de fechamento de turmas e escolas desde o início da municipalização;
 
- Procurar a Comissão de Educação da Alerj para elaboração desse projeto de Lei contra a determinação do governo na formação de turmas;
 
- Só aceitar que o governo corte alunos depois de fevereiro porque muito só passam a frequentar as escolas a partir de março, afim de liberar vagas ociosas; 
 
- Que as direções eleitas atuem de forma colegiada e que convoquem a comunidade escolar contra a linha do processo de formação de turmas. É preciso resistir a esta lógica que tem  por objetivo se desresponsabilizar com a educação pública,  continuando a redução de turmas e de professores;
 
- Resistir ao projeto de parcerias público privadas nas unidades escolares, pois elas interferem na autonomia das direções e ficam submetidas à linha dos convênios feitos (exemplo do Sistema S);
 
- Pautar a elaboração de uma Conferência Estadual de Educação ainda em 2018.
Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450