Saúde e DDHH
19/02/2018
Denúncia: PM intimida participantes de reunião de entidades e movimentos sociais no Sepe Caxias
O Sepe Central e o núcleo municipal do sindicato de Duque de Caxias solicitaram o apoio das demais entidades sindicais, confederações e centrais sindicais do Rio de Janeiro e do país para a divulgação e repúdio da intimidação sofrida durante a realização de uma reunião realizada  na sede do Sepe  Duque de Caxias, no dia 07 de fevereiro. A intimidação foi feita por policiais militares fardados, postados numa viatura estacionada na porta do Sepe Caxias, que interpelaram diversas lideranças dos movimentos sociais que chegavam para uma reunião de planejamento da Segunda Marcha pela Cidadania e Democracia, que será realizada no município. Veja o relato dos acontecimentos abaixo:
 
No dia 7 de fevereiro, aconteceria uma reunião de planejamento da Segunda Marcha pela Cidadania e Democracia, contando com a presença das lideranças dos movimentos sociais que atuam no município. Os companheiros foram surpreendidos com a presença de uma viatura na porta e a presença de oito policiais militares fardados. Os mesmos, segundo nos foi relatado, se dirigiram aos primeiros representantes de entidades e buscaram informações sobre a atividade que seria realizada, mencionando uma passeata, e sobre quem teria acesso a chave do sindicato. As pessoas sentindo-se intimidades fizeram contato com os diretores do Sepe, se retiraram do espaço e iniciaram um processo de desmobilização da reunião. 
 
Com a chegada dos diretores que interpelaram os policiais sobre o que estavam fazendo no local, obtendo informações contraditórias, tais como: “recebemos uma solicitação”, “vamos acompanhar uma manifestação”, “porque foi solicitado nossa ajuda”. Os policiais efetuaram ligações e informaram que receberam ordens para permanecer no local. Como os diretores haviam sido informados de que havia sido realizado registro fotográfico de várias pessoas, indagamos sobre a finalidade das mesmas e nos foi dito que estavam cumprindo ordens. Solicitaram um documento de identificação e Helenita Beserra, diante de testemunhas, o apresentou tendo seus dados anotados em uma ficha. 
 
Vale ressaltar que: nunca tal fato aconteceu em Duque de Caxias; o ato em processo de construção terá o título “2° Marcha pela Cidadania e Democracia em Caxias”; o prefeito, do PMDB e amigo do presidente Michel Temmer, do ex governador Sérgio Cabral e do ex-deputado federal e presidente da Câmara de Deputados Eduardo Cunha, na semana passada esteve em reunião com a FIRJAN e empresários. Também não podemos esquecer que, na ultima gestão do atual prefeito, uma das dirigentes do sindicato  sofreu ameaça anônima de morte. 
 
 
 
Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450