Saúde e DDHH
08/08/2018
Assembleia da rede municipal do Rio decidiu realizar greve de advertência de 48 horas nos dias 12 e 13 de setembro

Os profissionais de educação da rede municipal do Rio estão fazendo paralisação de 24 horas nesta quarta-feira (dia 8/8). Na assembleia geral, realizada na Quadra da Escola de Samba São Clemente, a categoria decidiu por fazer uma greve de advertência, com paralisação de 48 horas, nos dias 12 e 13 de setembro para exigir da prefeitura e da SME o atendimento das reividicações dos profissionais das escolas municipais.

No dia 12 de setembro, serão realizadas visitas às escolas e atividades nas regionais com assembleias locais. No dia 13 de setembro, a categoria realizará uma assembleia geral para decidir os rumos da mobilização. Durante o restante do mês de agosto e até os dias da greve de advertência, o Sepe e suas regionais irão mobilizar a categoria preparando a nova paralisação.

No dia 25 de agosto, a assembleia aprovou a realização de uma plenária pedagógica,c om vistas à organização da greve de advertência em setembro.

Depois da assembleia de hoje, a categoria realizou um ato de protesto na prefeitura. Durante o protesto, uma comissão de profissionais e diretores do Sepe foram recebidos em audiência pela chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Educação e por uma assessora da secretária Talma Suane. A SME confirmou a realização de uma nova audiência pedagógica para o dia 14 de agosto com a presença da secretária de Educação.

Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450