Saúde e DDHH
11/04/2019
Profissionais do estado e município do Rio vão paralisar dia 24 contra a reforma da previdência

O Sepe convoca os profissionais de educação das redes estadual e municipal do Rio de Janeiro a paralisarem as atividades por 24 horas contra a reforma da previdência (Proposta de Emenda Constitucional 06/2019), no dia 24 de abril, data que está sendo convocada nacionalmente, por sua vez, pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE).

Representantes do Sepe estiveram presentes ao Conselho Nacional de Entidades Sindicais de Educação realizado em Curitiba pela CNTE, no dia 29/03, como observadores. Neste conselho, foi decidido pela paralisação dia 24/04 dos profissionais de educação das redes públicas de todo o País, e o Sepe aprovou pela participação no protesto, rumo à greve geral dos trabalhadores contra a reforma da previdência e contra os ataques desse governo aos nossos direitos.

No mesmo dia 24, havera uma assembleia unificada de todas as redes da educação pública às 16h, na Praça XV; e de lá a categoria se unirá ao ato geral na capital.

REFORMA QUER CRIAR O REGIME DE CAPITALIZAÇÃO EM NOSSA APOSENTADORIA

A proposta de reforma contida na PEC 06/2019 é um ataque brutal ao sistema de seguridade pública do nosso País, tornando mais duras as regras gerais de aposentadoria (que atingem os funcionários das escolas) e acabando com o regime especial para o magistério.

A PEC 06/2019 visa não só inviabilizar ou dificultar ao máximo a aposentadoria, como também, a partir da proposta de capitalização (o segurado passa a administrar individualmente seus repasses ao INSS, como uma previdência privada), acabar com o próprio sistema atual do INSS, que é o da Repartição.

O modelo de capitalização é o oposto do sistema atual do INSS, que tem como base a repartição: os novos aposentados dependem dos trabalhadores na ativa e das gerações futuras, uma vez que suas contribuições foram utilizadas para pagar os benefícios de quem se aposentou antes.

Em resumo, o modelo de capitalização proposto pela reforma, se aprovado, irá destruir o sistema de aposentadoria que hoje o País tem, além de ser um verdadeiro maná para os bancos e grandes investidores - que passarão a administrar a aposentadoria de dezenas de milhões de trabalhadores brasileiros, com todo o risco de especulação que isso traz.

Por isso, convocamos todos os profissionais da educação estaduais e da rede municpal do Rio a paralisarem por 24 horas no dia 24/04. 

Orientamos os colegas das demais redes municipais a se informarem junto aos núcleos do Sepe se haverá paralisação em suas cidades. 

Leia neste link o boletim do Sepe especial sobre a reforma.

Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450