Saúde e DDHH
06/05/2019
Operação da PM na Maré coloca em risco vidas das crianças e profissionais da educação

Mais uma vez o absurdo acontece: alunos e profissionais da educação de escolas localizadas em comunidades da Maré têm de se esconder nas salas ou sair correndo pelas ruas, desamparadas, por causa do tiroteio causado por operações militares. Hoje isso ocorreu novamente.

Há anos que o Sepe denuncia o aumento da violência no entorno das unidades escolares, com o aumento do número de operações policiais e a consequente resistência de bandidos. A troca de tiros ou a realização de operações já causou inúmeras mortes de estudantes, como no caso da aluna Maria Eduarda, morta em plena aula de educação física, na EM Daniel Piza, em Acari, no ano passado.

O Sepe repudia a forma como as forças de segurança tratam esse grave problema, com ações que colocam na linha de tiro, muitas vezes, profissionais de educação, alunos, pais e responsáveis.

Nas fotos, imagens do RJTV.

Neste link, a matéria do RJTV

Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450