Saúde e DDHH
14/08/2019
Funcionários realizaram protocolaço na prefeitura ontem (dia 13)

Em 13 de agosto, dia da Greve Geral da Educação, funcionários e professores da rede municipal do Rio de Janeiro realizaram um ato/protocolaço na porta da prefeitura e exigiram que o prefeito cumpra:

- A lei que garante 1/3 de planejamento extraclasse para todos os professores;

- O pagamento retroativo da adequação de escolaridade para merendeiras e agentes educadores;

- Inclusão das serventes na lei que garante a adequação;

- Realização do curso para secretários escolares;

- Reconhecimento das Agentes de Educação Infantil no magistério.

O Sepe as manifestantes presentes também denunciaram as precárias condições de trabalho de toda a rede. Foi ressaltada a questão da formação para agentes de apoio à Educação Especial e a dificuldade dos profissionais desenvolverem um trabalho de qualidade com esse segmento educacional.

Marcou presença no ato o professor de História, Jeremie Berthuin, do Sindicato Solidarie da França, que faz parte do movimento dos coletes amarelos, sendo uma das lideranças. O companheiro fez uma saudação durante o ato em apoio à nossa luta no Brasil. 

Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450