Saúde e DDHH
06/09/2011
Escolas municipais do Rio paralisaram atividades hoje contra o PL 1005 - na quinta, ocorrerá conselho deliberativo ampliado no Sepe


Centenas de servidores municipais do Rio, a maioria formada por profissionais da educação, realizaram hoje à tarde um ato público em frente àmara de Vereadores, em protesto contra o Projeto de Lei 1005, do prefeito Paes, que tem como objetivo capitalizar o FunPrevi.

O Movimento Unificado dos Servidores, do qual o Sepe faz parte, é contra o PL. Hoje, os professores e funcionários das escolas municipais realizam uma paralisação de 24 horas para acompanhar a sessão damara de Vereadores e pressionar os parlamentares a derrubarem o PL. A sessão foi suspensa por falta de quórum. Se o PL não for votado até terça que vem, a pauta de votação namara estará trancada.

0609Os profissionais das escolas municipais, após o ato na Cinelândia, se reuniram em assembleia, na ABI, onde decidiram que a vigília da categoria namara continuará na tarde de quinta-feira, dia 8 (o profissional que puder, deve comparecer!); também na quinta, às 18h30, no auditório do Sepe, ocorrerá um Conselho Deliberativo ampliado para discutir os rumos do movimento.


Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450