Saúde e DDHH
01/08/2012
MUSPE entregou carta hoje a Paulo Melo, em defesa do IASERJ


O Movimento Unificado dos Servidores Públicos (MUSPE) entregou hoje uma carta ao presidente da ALERJ, deputado Paulo Melo (PMDB), reivindicando que o Hospital do IASERJ, patrimônio construído e mantido durante décadas pela contribuição mensal compulsória dos servidores públicos, não seja demolido pelo governador Cabral. O movimento também pede que o governador Sérgio Cabral retire a ação judicial de sua autoria, no STF, que pede o fim do adicional por tempo de serviço dos servidores estaduais.

Na carta, o MUSPE informa aos deputados que o hospital está “arbitrariamente ameaçado de desativação e demolição pelo governo estadual, e tendo sofrido atentado contra a dignidade humana de pacientes internados na instituição e removidos arbitrariamente, pela Secretaria de Saúde, na madrugada do dia 15 de Julho, em desacordo com a decisão judicial, sem a prévia autorização de seus familiares e sem alta médica”.

Mais adiante, o MUSPE afirma que a PM foi utilizada “contra funcionários da instituição, servidores públicos e população assistida e usuários, que foram submetidos à humilhação e constrangimento em razão de tropa de choque e policiamento ostensivo, sem necessidade”.

Por fim, o MUSPE pede a marcação de uma “audiência pública, para a discussão acerca de imprescindível tema em defesa de direitos humanos e de cidadania violados dos pacientes e servidores, com a participação dos segmentos que assinam o presente requerimento, visando sempre a melhor deliberação democrática, apuração dos fatos ocorridos e apoio para a solução dos problemas apontados”.

 


Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450