Saúde e DDHH
02/08/2012
Nota de repúdio da Regional VI a representante da Metropolitana


A Regional VI, do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação, em nome de todos os educadores que representa, manifesta total repúdio ao comportamento desrespeitoso e prepotente demonstrado por um representante de Metropolitana, Coordenador de Acompanhamento da Rede Estadual de Educação, no episódio a seguir:

No dia 10 de julho de 2012, por volta de 9h30, quando o representante supracitado chegou à portaria do Colégio Estadual Brigadeiro Schorcht, a quase totalidade do corpo docente e do corpo técnico-administrativo do Colégio se encontrava no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, onde estava sendo sepultado o corpo do Professor Mario Gaspar Parente, um profissional inovador, comprometido com a educação e também irmão de uma outra professora e colega de trabalho da unidade.

No Colégio Estadual Brigadeiro Schorcht, dois professores e o funcionário que estava responsável pela portaria foram surpreendidos por essa pessoa, que se apresentou como representante da Secretaria de Educação, com uma postura arrogante com os presentes, porque a escola estava vazia, sem aulas.

Os dois professores informaram que as aulas do turno da manhã haviam sido suspensas, naquele horário, para que todos pudessem comparecer à cerimônia de despedida/sepultamento do Professor Mario Gaspar Parente, muito querido de todos na escola.

O representante da Secretaria de Educação, então, fez uso do telefone de uma das professoras que se encontrava na escola, para falar com a diretora e solicitar seu imediato regresso à unidade, questionando a veracidade do falecimento relatadoeste assédio moral nos deixou indignados! Vale ressaltar que o mesmo sequer agradeceu à professora pelo uso de seu celular.

A reação do referido representante, que chegara exaltado à escola, é inadequada a qualquer pessoa civilizada e inaceitável para um profissional da educação. Ele, sempre com atitudes desmedidas, disse que iria ao cemitério para verificar se os professores estavam , de fato.

Para que possamos tentar traduzir o comportamento do referido senhor, reproduzimos sua fala, travada com uma professora, interceptada na volta à escola:

- Quem é você??? – dando ênfase ao seu “poder de mando”, o que nos faz lembrar aquele velho dito: “você sabe com quem está falando?”.

A Direção da Escola havia enviado um e-mail à Coordenadoria na noite anterior – quando tomou conhecimento do horário do funeral - informando da suspensão parcial das aulas e a liberação dos funcionários para acompanhar o sepultamento do professor Mario Gaspar Parente.

Se tivesse ido ao Jardim da Saudade, teria encontrado não somente os professores que lecionavam naquele dia, mas também os docentes que trabalham em outros dias e horários, bem como todo o pessoal de apoio, a ex-diretora da unidade e até professores aposentados e de outras escolas da rede.

Todos nós, educadores desta Regional, nos solidarizamos com a família e os profissionais do Colégio Estadual Brigadeiro Schorcht, consternados com o falecimento do nosso colega de trabalho e amigo e, também, absolutamente perplexos e indignados com a prepotência, a falta de sensibilidade, de respeito e de educação desse “representante da Secretaria de Educação”. É lamentável que a SEEDUC prime pelo autoritarismo e total arrogância na relação com seus profissionais.

Direção da Regional VI


Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450