Saúde e DDHH
03/08/2012
Hoje completa um mês do atropelamento de aluno da rede estadual pelo BRT da Barra


Hoje, dia 03/08, faz 30 dias que o estudante Felipe Carneiro Freitas de 17 anos está internado no CTI do Hospital Municipal Lourenço Jorge.

Felipe foi atropelado por um ônibus BRT Transoeste, no dia 3 de julho, por volta das 20h30, quando voltava para casa, após haver realizado provas bimestrais no Colégio Estadual Vicente Jannuzzi, na Barra da Tijuca.

Felipe Freitas tem recebido especial atenção de enfermeiros e médicos do CTI do Hospital em virtude do traumatismo craniano e, também, de uma infecção pulmonar.

Desde sua implantação, no dia 6 de junho, os ônibus BRT da Transoeste já se envolveram em diversos acidentes entre atropelamentos e colisões. (Ver matéria publicada no Portal G1 de 17/07/2012).

Após o acidente do aluno do ensino médio Felipe Freitas, outros dois atropelamentos se seguiram. O atropelamento da estudante Tailene Barros da Silva de 15 anos, atropelada por um automóvel particular; e o atropelamento e morte do jardineiro Paulo Sérgio de Macedo atropelado por um ônibus BRT.

Na última sexta-feira (27/07), um jovem de 21 anos foi atropelado e morto por um BRT no mesmo local em que Felipe fora atropelado. Ainda que matéria do Jornal O Globo de 24/07/2012 advertisse: “O risco de atropelamento que ronda o BRT”, nem a Prefeitura do Rio, e nem a empresa Transoeste - que explora a cobrança das tarifas dos ônibus BRTs - tomaram providências para evitar os atropelamentos e as mortes no local.

Segundo o professor de Educação Física do estudante Felipe Freitas e diretor Sepe que trabalha no colégio Vicente Jannuzzi, os acidentes ocorreram a poucos metros da 4ª Inspetoria da Guarda Municipal, Unidade de Ordem Pública da Prefeitura do Rio. Mas não se vê nenhum agente, seja da Guarda Municipal, seja da CET-RIO ou ambos atuando em conjunto. O professor aponta, também, a omissão da SEEDUC no episódio.

Profissionais de educação, pais, alunos e familiares de vítimas do ônibus BRT Transoeste vão realizar uma série de atos de protestos contra a negligência das autoridades públicas, bem como, de ingressar com representação ao Ministério Público.

Felipe Carneiro Freitas completará 18 anos no dia 20 de agosto próximo. Segundo relato de Dona Maria Eldir, mãe de Felipe, a cirurgia que salvou a vida do filho durou das 23h do dia 3 até às 5h da manhã do dia seguinte. E ainda segundo a mãe, a cirurgia foi realizada pelo “professor dos médicos” que se encontrava dando uma aula no Hospital Municipal Lourenço Jorge.

 


Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450