Saúde e DDHH
07/11/2012
Prefeitura do Rio vai gastar milhões com patrocínio de shows enquanto escolas e profissionais continuam à míngua


Duas notas na coluna Ancelmo Gois, do Jornal O Globo,  intituladas DO I e DO II, mostram o quanto a prefeitura do Rio vai gastar R$ 7 milhões para a realização de um show do cantor americano Steve Wonder na Praia de Copacabana e R$ 750 mil na contratação de Dudu Nobre para um projeto intitulado “Os mais belos sambas-enredo de todos os tempos”. A informação para a nota foi retirada da leitura do Diário Oficial do Município do Rio e serve para mostrar o quanto o governo municipal se preocupa com projetos que lhe trazem retorno de mídia e de marketing e pouco se preocupa com a melhoria das condições de setores essenciais para o bem-estar da população, como a educação e a saúde.



Nada contra a participação da prefeitura no setor cultural, por meio de patrocínios e incentivos fiscais a projetos, mas os profissionais da rede municipal devem lembrar que a prefeitura do Rio já foi incluída num Cadastro Federal de maus pagadores por investir menos do que deve no setor educacional.


O prefeito Eduardo Paes também não investe na valorização da categoria, que continua recebendo um piso salarial abaixo das reais possibilidades financeiras do município do Rio, que tem uma das maiores arrecadações entre as cidades brasileiras e paga um piso salarial menor para os profissionais de educação menor do que muitos municípios com menos recursos.

Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450