Saúde e DDHH
08/11/2012
EM Friedenreich luta para sobreviver


A luta de profissionais, alunos e responsáveis para evitar a demolição da tradicional Escola Municipal Friedenreich, que funciona no complexo do Maracanã e foi incluída na lista de equipamentos e prédios que serão demolidos para a reformulação do Estádio, que será privatizado, está envolvendo vários segmentos do movimento civil e entidades que compõem o movimento pela preservação do patrimônio histórico eixistente dentro e no entorno do estadio, como o estádio Célio de Barros (atletismo), o complexo Júlio Delamare (natação); no entorno, como o Museu do Índio e a escola, classificada como o 4º melhor IDEB da cidade e o 7º do Estado.

O Sepe também faz parte desta luta e a direção do sindicato tem procurado manter contato com a escola e com as autoridades para reverter o processo, que prejudicará centenas de alunos. Hoje (dia 08/11), em entrevista à Rádio CBN, o Secretário da Casa Civil do governo do Estado, Régis Fichtner, questionado sobre o destino da escola - que é municipal e, portanto, a princípio não poderia ser demolida pelo governo estadual - disse que o governo estadual já alocou um antigo centro de veterinária do Exército, localizado do outro lado da linha férrea para instalar a escola. Um professor da unidade, também ouvido pela rádio retrucou que tal mudança não leva em conta uma série de problemas, como: no novo local, a escola ficaria subordinada à uma outra CRE e, portanto, poderia ter o seu projeto pedagógico alterado ou diluído; as dificuldades com o transporte, já que não existem coletivos que façam aquele itinerário.



Acompanhe a luta da EM Friedenreich pelo blog da escola no link abaixo:



http://escolamunicipalfriedenreich.blogspot.com.br/p/contatos.html


Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450