Saúde e DDHH
19/02/2009
Crime em escola municipal na Tijuca choca alunos e profissionais que reclamam da falta de inspetores

Os profissionais e alunos da Escola Municipal Soares Pereira, na Tijuca, ficaram  abalados e protestaram contra a falta de inspetores na unidade depois que uma mulher foi esfaqueada pelo ex-marido no início do turno da manhã desta quarta-feira (dia 18/2) dentro da escola. A Soares Pereira funciona num prédio de três andares, onde estudam cerca de 1.700 alunos,  mas, nenhum inspetor. Segundo os profissionais da unidade, por causa da falta de funcionários para controlar a disciplina, são freqüentes as brigas entre alunos e já houve caso até de agressão a uma ex-diretora da escola por uma mãe de aluno, há dois anos.

 

Procurada pela reportagem do Jornal Extra, que noticiou o fato depois de contatada pelo Sepe, a SME, mais uma vez, lavou as mãos e disse "que iria estudar novas contratações de funcionários".

Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450