Saúde e DDHH
10/03/2009
Escola municipal em São Gonçalo infestada por pulgas continua fechada e especialista da Fiocruz alerta para o perigo de transmissão de doenças infecciosas como a febre maculosa

A Escola Municipal Luiz Gonzaga (Rua Gouveia s/nº -Bairro Estrela do Norte – São Gonçalo) que fechou as portas ontem, segunda-feira (dia 9/3), por causa de uma infestação de pulgas, continuou com suas atividades paralisadas na manhã desta terça-feira (dia 10/3). Ontem, os profissionais da unidade paralisaram as atividades por causa do ataque das pulgas, que chegaram a morder alguns alunos e professores. A direção da escola resolveu então suspender as atividades até que a Secretaria Municipal de Educação (SME) de São Gonçalo providencie a desinsetização da unidade. Os profissionais e responsáveis estão temerosos, já que a unidade funciona há cerca de três anos num prédio improvisado, sem as mínimas condições de oferecer segurança para alunos e professores.

 

Um técnico da Fiocruz, entrevistado pela Rádio CBN na manhã desta terça (dia 10/3), aventou a possibilidade da infestação de pulgas ser provocada por um grande número de ratos. Segundo o especialista, as pulgas podem transmitir uma série de doenças, entre elas, a febre maculosa, que pode levar à morte.

 

A EM Luiz Gonzaga funciona há cerca de três anos num prédio improvisado desde que a prefeitura desalojou alunos e professores para fazer reformas no prédio original. Desde então, os profissionais de educação e responsáveis reclamam da precariedade da infra-estrutura do prédio onde a escola passou a funcionar, já que ele não possui janelas e a SME até hoje não providenciou a melhoria das condições de trabalho nem deu um prazo para a reforma do prédio onde a escola funcionava anteriormente.

 

Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450