Agende seu atendimento pelo Departamento Jurídico do Sepe no fone: (21) 2195-0457 (10h às 16h).

O ato unificado no 8 de março, Dia Internacional das Mulheres, terá concentração na Candelária, às 16h.

A rede estadual, neste dia, fará uma paralisação de 24 horas, com assembleia às 11h, na ABI (Rua Araújo Porto Alegre, 71/9º andar).

Eis os eixos da paralisação neste dia: "Basta de violência contra as mulheres e retirada de direitos! Pela vida das mulheres, por emprego, creche e contra a Reforma da Previdência".

A rede municipal do Rio de Janeiro e diversas outras redes também participação da manifestação (sem paralisação).

O Sepe pede que a categoria use neste dia camiseta lilás. 

0

Veja as principais deliberações da asembleia da rede municipal, realizada no dia 24 de fevereiro, no Clube Municipal, na Tijuca:

1 – Inclusão da questão sobre a perseguição à professora Flávia

2 – Campanha de eleição de representantes de escola

3 – Indicativo para que as regionais organizem debates sobre a intervenção militar no RJ

EIXOS DE LUTA APROVADOS:

– Índice de reajuste: 13% (Dieese);

– Retorno do calendário de pagamento para o 2º dia útil;

– Convocação imediata de concursados;

– Imediata implementação do 1/3 de atividades extraclasse (cumprimento da Lei federal nº 11.738/2008 – “Lei do Piso”);

– Jornada de 30 horas para funcionários;

– Correção da escolaridade e enquadramento no quadro do magistério, como professor de cargo AEI;

– Respeito à paridade e integralidade dos aposentados;

– Fim das perseguições políticas na rede municipal do Rio.

CALENDÁRIO DE MOBILIZAÇÃO:

– 03 de março: plenária do núcleo de educação infantil, 10h no Sepe;

– 06 de março: plenária de agentes da educação infantil, 18h no Sepe;- 
 
– 08 de março: participar do ato pelo Dia Internacional das Mulheres – a categoria deverá vestir camiseta lilás;
 
– 17 de março: plenária de merendeiras, às 10h no Sepe;
 
– 27 de março: paralisação de 24 horas da rede municipal, na data da possível votação do PME; com ato pela manhã na prefeitura (indicativo de participação do Mudspm) e novo ato à tarde, na Câmara Municipal de Vereadores;
 
– 28 e 29 de março: vigília em frente à câmara municipal de vereadores;
 
– 11 de abril: próxima assembleia dia, às 18 h, local a confirmar.
0

A direção do Sepe, juntamente com responsáveis de alunos das escolas municipais do Rio tiveram uma reunião com o Ministério Público Estadual na tarde de ontem (dia 27/2). Quem promoveu o encontro foi o Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Tutela Coletiva de Proteção à Educação do MPRJ. No encontro, que contou com relatos emocionados e desesperados dos pais e responsáveis sobre os problemas com a falta de vagas, fechamento de turmas e turnos da Educação Infantil, falta de professores, superlotação de turmas, problemas com climatização e falta de estrutura na rede, o Sepe apresentou nossas denúncias sobre o problema que acontece em todas as CREs. 
 
Ao final da reunião, a direção do sindicato também entregou aos procuradores do MPRJ um documento com os argumentos da categoria para a retirada da urgência da votação do Plano Municipal de Educação, que se encontra na Câmara de Vereadores e pode ser votado a qualquer momento.
0