Agende seu Atendimento Virtual pelo Departamento Jurídico do Sepe nos fones: (21) 99992-4931 (9h às 11h); (21) 97133-7101 (13h às 15h); ou pelo email: juridico@seperj.org.br – segunda a sexta feira

A Regional 1 do Sepe realizará, na próxima quinta (dia 13/5), uma plenária sobre a Reforma do Ensino Médio, para mobilizar contra mais esse ataque dos governos contra a Educação!

A abertura será feita pelo prof. Matheus Castro (Pedro II de Duque de Caxias e coordenador do Núcleo de Estudos em Educação e Realidade Brasileira – NEEREBRA).

Quinta, 13/5, às 15h!

Participe!

Basta clicar no link no horário da plenária:
http://bit.ly/PlenariaReformaEnsMedio

0

A Secretaria Estadual de Funcionários do Sepe, convoca para este sábado, dia 15 de maio, às 14 horas, a Plenária Estadual do Coletivo de Funcionários.

Contaremos com a participação do companheiro ZEZINHO, diretor da Secretaria de Funcionários da CNTE, que nos trará informes nacionais e dos outros estados.

Muito importante a presença de todos os representante dos municípios, principalmente do interior.

OBSERVAÇÕES:

A participação é limitada a 03(três) participantes por Regional/Núcleo.

Os nomes dos participantes devem ser enviados até as 15h do dia 14 de maio (sexta-feira) para seu núcleo ou regional.

Precisamos nos fortalecer nesse momento de dor, com a nossa união. Ninguém solta a mão  de ninguém.

0

POR UMA EDUCAÇÃO DEMOCRÁTICA!

 

O Núcleo Itatiaia do SEPE RJ torna público a petição on line pelo site Avaaz, reivindicando o cumprimento pela prefeitura dos seguintes tópicos relacionados abaixo:

1 Garantia da segurança alimentar de todos os estudantes, através da entrega mensal de uma cesta básica a cada um dos matriculados no sistema municipal de ensino;

 

2 Definição do calendário de vacinação de toda a comunidade escolar, que deve ser concluído antes da retomada das aulas presenciais;

 

3 Fiscalização rigorosa do cumprimento integral do Protocolo de Retorno das Atividades Pedagógicas nas Unidades de Ensino aprovado pela Comissão Municipal Educacional de Gerenciamento da Pandemia, através de comissão instituída para esse fim pelo Conselho Municipal de Educação, composta por servidores municipais da Saúde, Vigilância Sanitária e integrantes da Supervisão de Ensino da SME;

 

4 Convocação e posse imediata dos candidatos aprovados nos últimos concursos públicos para preencher completamente a vacância de cargos no quadro de pessoal da Secretaria Municipal de Educação;

 

5 Realização das obras e reformas estruturais nas 10 (dez) escolas em cumprimento fiel ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre a Prefeitura e a 2ᵃ Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Ministério Público;

 

6 Aprovação de lei regulamentando Plano de Inclusão Digital que contemple capacitação e fornecimento dos meios indispensáveis para o desenvolvimento do ensino híbrido aos estudantes e profissionais de educação da rede municipal de ensino;

 

7 Assistência social e psicológica aos estudantes em situação de vulnerabilidade social.

 

Contamos com seu apoio e divulgação.

 

Acesse a petição pública do Sepe Itatiaia pelo site do Avaaz pelo link abaixo:

https://secure.avaaz.org/community_petitions/po/poderes_executivo_legislativo_e_judiciario_da_cida_por_uma_educacao_democratica_para_itatiaiarj_em_defesa_da_saude_e_da_vida_da_populacao/?zVCBAdb

0

O Sepe está divulgando um novo levantamento de escolas da rede municipal do Rio de Janeiro, onde profissionais foram diagnosticados com o coronavírus e, também aquelas que não apresentam condições para o cumprimento do protocolo sanitário com vistas a impedir a disseminação da doença. Neste relatório, aparecem algumas escolas, onde, além de profissionais, alunos e familiares que também estão apresentando sintomas da covid-19.

 

Tais relatos, baseados em dados levantados junto às escolas de todas a CREs, são uma comprovação do grande erro do prefeito Eduardo Paes e da SME de reabrirem as escolas para aulas presenciais em plena ascensão da segunda onda da pandemia. Ao tomarem tal atitude, Paes e Renan Ferreirinha colocam em risco a vida da categoria, alunos e responsáveis, além de criar condições para uma maior proliferação do número de casos na cidade do Rio de Janeiro, por causa do aumento da circulação nas ruas e quebra do isolamento, necessário e recomendado pela Ciência, provocados pela volta das aulas.  

 

Tal como ocorreu com os outros relatórios, o levantamento será enviado para a SME e o sindicato continuará insistindo para que o governo municipal recue e feche as escolas até que a campanha de vacinação alcance os profissionais de educação e a população em geral. A assembleia da rede municipal do Rio de Janeiro deliberou pela continuidade da greve em defesa da saúde e da vida em assembleia virtual realizada no dia 10 de maio.

Veja o teor do relatório pelo link abaixo:

rel 12 05 2021

0

Em assembleia realizada na terça-feira (dia 11/5), os profissionais das escolas municipais de Pinheiral votaram a favor da continuidade da greve em defesa da saúde e da vida. Na votação, 66% dos inscritos na assembleia votaram pela manutenção da paralisação. A categoria reclama que não existe segurança sanitária para aulas presenciais e os protocolos estabelecidos pela prefeitura são frágeis, além de não haver monitoramento e acompanhamento dos casos cruzados de covid-19.

0