Agende seu Atendimento Virtual pelo Departamento Jurídico do Sepe nos fones: (21) 99992-4931 (9h às 11h); (21) 97133-7101 (13h às 15h); ou pelo email: juridico@seperj.org.br – segunda a sexta feira
A coordenação geral do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Rio de Janeiro (SEPE/RJ), nos termos do estatuto da entidade, convoca os profissionais de educação filiados à entidade para assembleia geral ordinária geral estatutária, que será realizada, de maneira virtual (plataforma Zoom), às 14 horas do dia 09 de outubro (sábado) de 2021.
Pauta: Regimento Eleitoral (eleições para a direção do sindicato, em 16 e 17 de março de 2022).
Leia o regimento da eleição 2018.
Leia o estatuto do Sepe.
Leia o edital convocando a assembleia de 09/10, publicado em jornal de circulação (jornal Expresso) em todo o estado RJ.
Veja como se inscrever:
a) As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas até às 22h do dia 08 de agosto pelo link: https://filiados.seperj.info/
Ou Clique aqui para acessar diretamente o site de inscrição.
b) Caso não esteja ainda cadastrado o profissional será encaminhado para preencher o formulário de cadastramento (será solicitado envio de contracheque digitalizado da rede em questão);
c) No prazo de até 24 horas será informada a aprovação (ou não) de seu cadastro;
d) Após a aprovação do cadastro o profissional receberá uma mensagem de e-mail com a confirmação da inscrição e link para ativação de sua senha (confira nas Caixas de Spam ou de Promoções);
e) No dia da assembleia o profissional devidamente cadastrado e com a senha ativada receberá por e-mail links de acesso a plataforma Zoom e para votação de propostas.
0

Veja no PDF abaixo informes do Departamento Jurídico do Sepe RJ sobre andamento das seguintes ações:
*Nova escola – aposentados com paridade – cobrança retroativa anos de 2000 a 2009 –
PROC. 0075201-20.2005.8.19.0001 – AGRAVO Nº 0039905-46.2019.8.19.0000 –
IRDR Nº 0017256-92.2016.8.19.0000 -; *Nova escola – servidores ativos no ano de 2002 participantes do programa – gratif.2003 –PROC. Nº 0138093-28.2006.8.19.0001 :

informes-aposentados.27.09.2021-INCLUSO NUMERO

Veja no PDF abaixo, informes do Departamento Jurídico do Sepe RJ sobre as seguintes ações:
*Nova escola – aposentados com paridade – cobrança retroativa anos de 2000 a 2009 –; *Nova escola – servidores ativos no ano de 2002 participantes do programa – gratif.2003 –; *Execução Interníveis – Professores enquadrados pelo Plano de Carreira da Lei Estadual nº 1614/90 – diferenças a receber no período de 98 a 2003:

INFORMES interniveis e nova escola 27.09.21



Veja no PDF abaixo, informes do Departamento Jurídico do Sepe RJ sobre o andamento das ações dos aposentados das gratificações de R$ 164,00 (professores) e R$ 50,00 (funcionários):

Informe sobre as ações do 164 para plenária aposentados 28 09 2021
0

No dia 5 de outubro, os profissionais de educação da rede estadual farão uma greve de 24 horas para protestar contra o pacote de maldades do governador Cláudio Castro. Neste dia, haverá um ato do funcionalismo na porta da Nova Alerj (Rua da Ajuda 5 – Centro), a partir das 11h, para pressionar os deputados a rejeitarem as propostas de Castro que atacam os direitos dos servidores estaduais e ameaçam a prestação de serviços públicos para a população fluminense. Neste mesmo dia 5 de outubro, os profissionais da rede municipal do Rio também farão greve de 24 horas e ato/vigília na Cinelândia, a partir das 11h, para protestar contra a votação do PL 04/2021, do prefeito Eduardo Paes, que ataca os direitos dos servidores municipais.

O Sepe convoca a categoria a se unir à luta do funcionalismo contra a Reforma Fiscal de Cláudio Castro, que objetiva a destruição do serviço público em nosso estado e o fim dos direitos dos servidores conquistados com muita luta.

 

VEJA BOLETIM DA REDE ESTADUAL COM ANÁLISE DOS ATAQUES DO GOVERNADOR CONTRA OS SERVIDORES ESTADUAIS PELO LINK:

https://tinyurl.com/44nhdj98

0

O Sepe convoca os profissionais de educação das escolas municipais do Rio de Janeiro a realizarem uma greve de 24 horas contra o PLC 04/2021 no dia 05 de outubro (terça-feira). Neste dia, realizaremos uma vigília e ato de protesto, a partir das 13h, em frente à Câmara de Vereadores, na Cinelândia, para acompanhar a discussão e a votação do pacote do prefeito Paes que ataca os nossos direitos, prevista para ocorrer no plenário da Câmara nesta data. Temos que pressionar os vereadores a não aprovarem o projeto. O Sepe lembra que, no mesmo dia, ocorrerá greve 24 horas da educação estadual contra o pacotão do governador Claudio Castro, com ato em frente à Alerj, às 11h.

O PLC de Paes ataca os salários, triênios, licenças, concursos públicos e progressões de carreira dos servidores; vai cortar os investimentos públicos (implementa um teto de gastos absurdo), inviabilizando o funcionamento de escolas, hospitais e outros serviços essenciais.

 

VEJA BOLETIM DA REDE MUNICIPAL COM ANÁLISE DO PL 04 NESTE LINK:

https://tinyurl.com/n8yuuj8v

 

0

O Sepe convoca os profissionais de educação das redes públicas do Rio de Janeiro para o grande ato Fora Bolsonaro, que será realizado neste sábado no Centro do Rio. Vários núcleos do sindicato já estão organizando caravanas, com ônibus para transportar os profissionais que desejarem participar da manifestação.

O Sepe está convocando a categoria para o chamado “Esquenta dos profissionais de educação”, que será realizado em frente ao CCBB (Rua Primeiro de Março com Avenida Presidente Vargas), a partir das 9h. Neste ato preliminar será disponibilizado um microfone aberto para os servidores denunciarem a política catastrófica do governo Bolsonaro e dos governos estadual e municipais que se uniram aos projetos de reformas do governo federal e atacam os direitos dos servidores públicos.

O ato unificado que vai congregar centrais sindicais, movimentos e partidos políticos, estudantes e demais segmentos da sociedade que rejeitam a política genocida de Bolsonaro será iniciado às 10h30m, na Candelária.

A palavra de ordem é tirar o genocida e também deter as privatizações e a reforma administrativa (PEC 32). Vamos derrotar o neoliberalismo e suas “reformas”.

No Rio de Janeiro, também precisamos deter o pacote de maldades do bolsonarista Cláudio Castro e a reforma fiscal do prefeito Eduardo Paes, que seguem a mesma lógica de destruir o serviço público, favorecendo os grandes grupos econômicos.

#2deOutubroForaBolsonaro

#PEC32Nao

 

0