Recepção: (21) 2195-0450. Whatsapp: (21) 97069- 2600. Agendar atendimento no Depto. Jurídico: (21) 2195-0457 (10h às 16h).

A animação cultural realizará plenária no auditório do Sepe e de forma on-line (híbrida), na próxima terça-feira (22), às 10h. 

Na plenária, serão dados informes da Alerj e do Dept. Jurídico do Sepe sobre a situação da regularização da profissão. Logo após a plenária, os animadores irão à Alerj, a partir de 12h, para acompanhar a votação do veto do governador ao projeto de lei complementar nº 67/2022 (antigo PL 6350/22), que inclui a animação cultural no Plano Estadual de Ensino da SEEDUC.

A seguir, as informações para participar da plenária de forma on-line:

Entrar na reunião Zoom: https://us02web.zoom.us/j/85037359360?pwd=UkhNOUg4OS90YTY3eVVxM2ozNVkwZz09

ID da reunião: 850 3735 9360
Senha de acesso: 511813

0

Desde março de 2019 sem reajuste salarial para recomposição das perdas, que se acumulam em meio à disparada da inflação, o Sepe e os profissionais da rede municipal do Rio de Janeiro vêm demonstrar seu espanto com o anúncio do secretário de Educação, Renan Ferreirinha, divulgado em suas redes sociais, de um prêmio para as escolas e funcionários das CREs que se destacarem na etapa da Prova Rio, que será realizada nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro.

De acordo com o secretário, o objetivo de tal premiação é mostrar que “estudar vale a pena” e que a prova se destina a fazer um diagnóstico do processo de aprendizagem dos estudantes nas disciplinas de Português e Matemática. Os resultados sairão através da avaliação de escolas e alunos por CREs. As escolas que tiverem o melhor desempenho, por CRE, ganharão um kit de prêmios, contendo um notebook, uma Smart TV de 50 polegadas e um suporte móvel.

A CRE que tiver o melhor desempenho na redução da desigualdade entre as suas escolas ganhará uma “premiação surpresa” para todos os funcionários que ali trabalham. Para os alunos das escolas com melhor resultado, será oferecido um passeio turístico pela cidade do Rio de Janeiro.

 No total, até 33 escolas podem ser premiadas. Os critérios para a premiação são os seguintes: a escola tem que ter mais de 95% dos estudantes participando da Prova Rio. E mais de 90% dos estudantes, por turma, realizando a prova. O resultado final sairá em fevereiro de 2023.

O Sepe e os profissionais da educação, em decisões tiradas em plenárias da categoria, sempre se colocaram contra tal tipo de avaliação. Entendemos que a realidade cotidiana de cada unidade de ensino é diferenciada e os seus problemas gerados pela falta de condições de trabalho e de infraestrutura fazem com que não possamos ter um resultado igual para universos diferentes.

Da mesma maneira, entendemos que a meritocracia também não se enquadra neste tipo de política, pois além de ser uma prática neoliberal que não se presta para avaliar o trabalho da categoria, abre as portas para a quebra da paridade entre os trabalhadores da ativa e para os nossos aposentados. Esta política já vinha sendo apresentada pela SME na gestão de Eduardo Paes com o retorno do 14º salário a partir do plano de ação das unidades escolares.

Num momento em que a categoria se encontra mobilizada e em estado de greve por causa da falta de respostas do governo municipal sobre a concessão de reajuste para cobrir as perdas acumuladas ao longos dos últimos três  anos, o anúncio que todos esperávamos para o final de 2022, seria o do índice que garanta para os profissionais de educação mitigarem a sua cada vez mais precária situação econômica.

Segundo um estudo do Sepe/Dieese, até junho deste ano nossas perdas variavam de 28,65% (IPCA/IBGE) a 30,15% (INPC/IBGE) durante este período de congelamento. Mas, mesmo com a nossa pressão e do conjunto do funcionalismo, por meio de atos na porta da prefeitura, Eduardo Paes não anunciou até agora o reajuste salarial para os servidores municipais prometido para 2022, e já estamos a 40 dias do fim do ano.

Por conta destes motivos, se a prefeitura e a SME quisessem realmente mostrar para a sociedade que “estudar vale a pena”, Paes e Ferreirinha deveriam vir a público anunciar uma política de valorização daqueles que estão na linha de frente desta batalha para educar os mais de 700 mil alunos das escolas municipais. E esta valorização tem que ser oferecida através de reajuste para recompor as perdas da inflação e plano de carreira unificado que garanta o reconhecimento do trabalho da categoria em prol dos nossos alunos.

Aumento real é o prêmio que queremos. Não à meritocracia!

Direção do Sepe

0

Com o tema: “Aposentadas(os) por plenos direitos – seremos resistência”, os profissionais de educação realizarão, de 6 a 8 de dezembro, o seu 43º Encontro Estadual, em Conservatória, distrito de Valença, na Região Sul do estado do Rio.

O encontro vai homenagear uma cidadã histórica da região: Clementina de Jesus, sambista e grande intérprete, filha de escravizados, falecida em 1987, aos 86 anos. Um nome com uma história que sempre lembra a resistência contra os poderosos e por justiça social. Por isso, nada mais justo que os servidores aposentados a tenham como uma referência também.

Baixe o PDF do cartaz.

0

A TV Sepe vai transmitir nesta terça-feira (dia 22/11) uma programação especial com o debate entre os dois candidatos apoiados pelo sindicato nas próximas eleições ao Conselho de Administração do Previ-Rio, a professora Izabel Costa (número 06) e o ex-conselheiro do órgão e integrante do MUDSPM, Ulysses Silva (número 08). O programa será exibido pelos canais da TV Sepe no You Tube e no Facebook. As eleições para o Instituto de Previdência municipal ocorrerão de 25 de novembro a 01 de dezembro.

Veja mais sobre as eleições no Previ-Rio: https://tinyurl.com/yw8m2kcv

0

Para marcar a passagem do mês de novembro, quando se comemora no dia 20 o Dia da Consciência Negra, a Secretaria de Combate ao Racismo do Sepe promoveu uma série de atividades, denominadas como “Novembro Negro do Sepe”. Na segunda semana do mês foram realizadas oficinas de hip hop em escolas de vários municípios e, no sábado (dia 19 de novembro, véspera do dia 20, promovemos uma mesa redonda no Sindicato dos Estivadores (Gamboa) com o tema “Afrodescendência e a questão racial no Brasil”, com participação dos seguintes especialistas: Jacques d’Adesky (co-presidente do Centro Joseph Kizerbo para África e sua Diáspora), Amauri Mendes (UCAM), Wagner Miquéias Damasceno (UNIRIO) e Helena Bretas (Fórum Estadual de Mulheres Negras).

Depois da mesa redonda, à noite, foi realizada uma roda de samba na Cinelândia, na praça em frente à sede do Sinpro-Rio. A bateria da escola de samba Magnólia Brasil, de Niterói e o conjunto Sambar&Love animaram os presentes com samba de raiz e sambas enredo.




VÍDEO

0

O Sepe RJ convoca os profissionais de educação filiados para a Assembleia Geral Extraordinária (PRESENCIAL), que será realizada no dia 26 de novembro de 2022 (sábado), no Clube Municipal (Rua Haddock Lobo, nº 359, Tijuca, Rio de Janeiro), com a 1ª convocação às 10h, por, no mínimo, 1/10 (um décimo) dos filiados, e com a 2ª e última convocação, com qualquer número de associados presentes, 30 (trinta) minutos após a hora marcada para a 1ª convocação, independentemente de nova publicação.

A assembleia terá por ordem do dia a seguinte pauta:

1) Eleição do Conselho Fiscal Provisório do SEPE-RJ;

2) Convocação do Congresso Estadual Ordinário do SEPE-RJ e aprovação das suas normas regimentais.

ATENÇÃO: o credenciamento começará, no local, às 09h, e para o profissional de educação participar será necessário comprovar a filiação ao sindicato.

Em decorrência do aumento expressivo de casos de covid 19 em nossa cidade nos últimos dias, o Sepe reforça o pedido para que os participantes da plenária reforcem os cuidados e os protocolos de prevenção e utilizem máscara durante o evento.

O edital de convocação foi publicado no jornal Extra dia 17/11: clique aqui para baixar e ler

0