Agende seu Atendimento Virtual pelo Departamento Jurídico do Sepe nos fones: (21) 99992-4931 (9h às 11h); (21) 97133-7101 (13h às 15h); ou pelo email: juridico@seperj.org.br – segunda a sexta feira

O Sepe está divulgando um novo levantamento de escolas da rede municipal do Rio de Janeiro, onde profissionais foram diagnosticados com o coronavírus e, também aquelas que não apresentam condições para o cumprimento do protocolo sanitário com vistas a impedir a disseminação da doença. Neste relatório, aparecem algumas escolas, onde, além de profissionais, alunos e familiares que também estão apresentando sintomas da covid-19.

 

Tais relatos, baseados em dados levantados junto às escolas de todas a CREs, são uma comprovação do grande erro do prefeito Eduardo Paes e da SME de reabrirem as escolas para aulas presenciais em plena ascensão da segunda onda da pandemia. Ao tomarem tal atitude, Paes e Renan Ferreirinha colocam em risco a vida da categoria, alunos e responsáveis, além de criar condições para uma maior proliferação do número de casos na cidade do Rio de Janeiro, por causa do aumento da circulação nas ruas e quebra do isolamento, necessário e recomendado pela Ciência, provocados pela volta das aulas.  

 

Tal como ocorreu com os outros relatórios, o levantamento será enviado para a SME e o sindicato continuará insistindo para que o governo municipal recue e feche as escolas até que a campanha de vacinação alcance os profissionais de educação e a população em geral. A assembleia da rede municipal do Rio de Janeiro deliberou pela continuidade da greve em defesa da saúde e da vida em assembleia virtual realizada no dia 10 de maio.

Veja o teor do relatório pelo link abaixo:

rel 12 05 2021

0