Recepção: (21) 2195-0450. Agendar atendimento no Depto. Jurídico: (21) 2195-0457 / (21) 2195-0458 (11h às 16h).

Em reunião com a SME-RJ, dia 24/11, para tratar sobre os problemas de climatização nas escolas municipais do Rio, os representantes da Secretaria informaram à direção do Sepe que, diferentemente do que havia sido dito antes, os servidores que têm perícia médica agendada no período das férias de janeiro terão que ir na data marcada. Na audiência anterior, dia 17/11, ao ser questionada a respeito pelo Sepe, a Secretaria tinha informado que o servidor que estivesse nesta situação deveria requisitar à chefia e à CRE a remarcação da data para fevereiro.

Essa mudança de tratamento em poucos dias é um desrespeito ao servidor municipal. O Sepe está analisando a providência que tomará a respeito.

0

Uma reportagem da TV Globo denunciou a compra de 60 mil latas de um produto derivado do leite para suplementação alimentar infantil a preços superfaturados (R$ 11 milhões) pela prefeitura de São Gonçalo. O produto, comprado da empresa Allfood, localizada naquele município, se destinaria às creches municipais. Segundo um pediatra ouvido pelo RJ TV, a chamada fórmula de leite não é indicada para crianças maiores de um ano de idade. O governo municipal, questionado pela reportagem, afirmou que houve um erro no processo de compra, mas não explicou qual e suspendeu os pedidos, abrindo uma sindicância para apurar o caso.

 

O governo municipal pagou o equivalente a R$ 190 por lata do produto, quando o custo em média no mercado é de R$ 50,00, podendo até ser achado por 36,00 em promoções na internet. Assim, a prefeitura pagou até quatro vezes a mais por um produto que, além de ser superfaturado, é comprovadamente nocivo para a saúde das crianças, segundo pediatras. Até o momento, já foram pagos cerca de R$ 1 milhão de reais para a All food.

 

Um dos donos da empresa envolvida no escândalo, Wesley Malafaia Almeida, figura como um dos smaiores devedores de imposto do Rio de Janeiro, com valores inscritos na dívida ativa que somam mais de R$ 300 mil. A reportagem chegou a ir no endereço da All food, em São Gonçalo, mas encontrou um prédio em precárias condições, onde funciona a empresa. Um funcionário, questionado sobre o paradeiro de Wesley, disse que o dono “não costuma aparecer ali.”

 

 

 

 

0

A terceira Etapa Estadual da Conferência Nacional de Educação (CONAE 2024) foi realizado no sábado (25/11), no Rio de Janeiro, de forma presencial. Essa fase da conferência teve início, de forma online, nos dias 18 e 19, com a participação do Sepe, através de delegados eleitos nas etapas municipais.

 

O evento faz parte da preparatória da Conae-2024, que vai ser realizada em Brasília, de 28 a 30 de janeiro de 2024, e tem como tema central o “Plano Nacional de Educação 2024-2034: Política de Estado para garantir a educação como um direito humano com justiça social e desenvolvimento socioambiental sustentável”.

 

A conferência estadual teve início de forma remota, nos dias 18 e 19 deste mês, sendo realizada após a etapa intermunicipal. Dos 92 municípios do Estado do Rio de Janeiro, 80 fizeram suas conferências municipais e intermunicipais. Campos realizou a sua junto com São João da Barra e São Francisco de Itabapoana no dia 31 de outubro.

 

Ao final desta etapa, o Sepe aprovou uma série de propostas em defesa da verba pública para a Educação e na defesa de uma escola inclusiva, laica, democrática e civil, sem tutela dos militares. Essa foi a linha de atuação do sindicato nas etapas municipais, estadual e que vai ser levada também para a etapa nacional. Inclusive, fazendo a discussão sobre o aumento de verbas para a educação e que as verbas públicas se destinem para a escola pública. Todas as moções apresentadas pelo sindicato foram aprovadas pelo plenário.

 

O Sepe se fez representar nestas etapas com militantes, delegados, faixas, cartazes e uma exposição fotográfica, mostrando toda a atuação do sindicato estes anos todos, atuando sempre na luta por estas pautas. Que os funcionários sejam reconhecidos como profissionais de educação. A delegação eleita do Sepe irá a Brasília defendendo esta pauta.

 

0