destaque-home, Municipal, Todas

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO DA CÂMARA DE VEREADORES FAZ AUDIÊNCIA PÚBLICA EM ESCOLA MUNICIPAL NA VILA KENNEDY

A Comissão de Educação da Câmara de Vereadores RJ realizou nesta sexta-feira, dia 19, audiência pública na Escola Municipal Jorge Zarur, na 8ª CRE, na Vila Kennedy, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

A audiência foi a primeira com caráter descentralizado realizada pela Comissão de Educação, visando discutir os problemas daquela região da cidade, extremamente carente de serviços públicos. Participaram profissionais, estudantes, pais e responsáveis das 16 escolas municipais locais, incluindo o CIEP, mais escolas-creches conveniadas (1 EDI; 3 creches municipais; 2 creches particulares conveniadas com a Secretaria; 12 unidades municipais, incluindo os CIEPs).

A SMERJ também se fez representar inclusive com o responsável pelos recursos de obras.

Audiência pública da Comissão de Educação da Câmara Municipal RJ em uma escola na Vila kenney, com a presença do Sepe

A audiência, que contou a presença da direção do Sepe, foi convocada devido às muitas reclamações e reivindicações por parte da comunidade escolar do CIEP, basicamente pela inexistência de grades cercando aquela unidade, o que vem causando graves problemas de segurança.

Os vereadores integrantes da comissão, Tarcísio Motta, Márcio Santos e Laura Carneiro, participaram da audiência.

Diversos pais e responsáveis e pelo menos um estudante falaram na reunião. O integrante da Comissão de Moradores, a quem todos chamam carinhosamente de “seu Tonho”, recuperou a história de luta nos anos 90 daquela comunidade para construir as unidades escolares que ali estão; falou inclusive da parceria com o Sepe já naquele momento.

A direção do Sepe se fez presente, por meio de sua coordenadora Duda Quiroga, e defendeu mais recursos para educação, além de denunciar a grave situação salarial dos profissionais de educação, há mais de três anos sem qualquer reajuste, o que prejudica, profundamente, a questão pedagógica.

A SME respondeu às questões locais e, em novembro, ocorrerá nova reunião naquela região para discutir os desdobramentos.

O Sepe considera que eventos como esse, em que a Câmara de Vereadores vai até as escolas, é fundamental para se ouvir as reivindicações e expectativas de toda a comunidade.