Agende seu Atendimento Virtual pelo Departamento Jurídico do Sepe nos fones: (21) 99992-4931 (9h às 11h); (21) 97133-7101 (13h às 15h); ou pelo email: juridico@seperj.org.br – segunda a sexta feira

A Alerj começou a discutir nessa terça (26) 34 vetos feitos pelo atual governador e pelos anteriores aos projetos aprovados na casa. Entre eles, o veto total do então governador Dorneles, ao projeto de lei 2.053/16, que adiciona os inspetores de alunos à categoria de pessoal administrativo educacional, sujeitos a 30 horas de trabalho por semana. A votação foi interrompida no final da tarde sem a discussão do veto ao referido projeto – os deputados deverão voltar a discutir os vetos na quinta (28).

De autoria dos deputados Flávio Serafini (PSol) e Waldeck Carneiro (PT) e dos ex-parlamentares Comte Bittencourt e Tio Carlos, a proposta altera a Lei 1.348/88, que regulamenta o quadro de funcionários da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc).

A nova carga horária já havia sido estendida em 2016, por força de um projeto aprovado à época, a todos os profissionais administrativos, exceto os inspetores e o projeto de lei 2.053 repara esta injustiça.

O Sepe está acompanhando a votação na Alerj e orienta os profissionais que puderem a ccomparecer à Alerj na quinta-feira.

Leia mais sobre os vetos aqui.

0