Recepção: (21) 2195-0450. Agendar atendimento no Jurídico: (21) 2195-0457 / 0458 (11h às 16h).
destaque-home, Estadual, Imprensa e Comunicação, Todas

O Sepe produziu uma cartilha para os profissionais da educação estadual, para a campanha salarial 2024. A publicação apresenta dados e tabelas que mostram o declínio dos salários ao longo dos anos, com uma comparação de como seriam os nossos salários em dois cenários: caso toda a perda com a inflação nos últimos dez anos tivesse sido reposta e caso o governo pagasse o piso do magistério respeitando o plano de carreira. A partir de cálculos do Dieese/Sepe, a cartilha apresenta quanto cada profissional (professores e funcionários), de diferentes cargos e níveis da carreira, perde em um mês e em um ano. Os números impressionam e mostram a falta de valorização de quem educa.

Para além da questão salarial, a cartilha apresenta a pauta de reivindicações, que exige concurso público, a revogação do NEM e a defesa da Previdência, entre outros pontos, e uma análise dos desmandos do governador Cláudio Castro e de sua secretária, Roberta Barreto, inimigos da educação. 

Faça o download da cartilha e compartilhe nos grupos de sua escola
cartilha rede estadual 2024versaoweb

0

Ficou pronto mais uma edição do Boletim do Sepe, para os trabalhadores da rede estadual (foto). A publicação reforça a convocação para a greve de 24 horas no dia 22 de março, destacando as perdas em nossa tabela salarial e o contraste com outras redes do Pais, que cumprem a lei do piso.

Também apresenta os motivos para o Dia Nacional de Luta pelo piso e um texto crítico à consulta do MEC sobre o Novo Ensino Médio (NEM), reforçando a luta pela revogação.

O pdf do boletim, na versão digital, pode ser baixado aqui: bit.ly/BoletimSepe05Estado
0

O Sepe elaborou uma tabela com projeções dos salários dos profissionais de educação da rede estadual após a recomposição do IPCA 2022 proposta pelo governador e que foi aprovada na Alerj no final de dezembro do ano passado. Além da recomposição, fizemos projeções para ver como ficariam os salários caso o governo estadual cumprisse o acordo da recomposição salarial de 2017 a 2021 e com a adoção do Piso Nacional do Magistério.

Pela recomposição aprovada na Alerj, em dezembro, os 5,9% incidem sobre:

– Vencimento-base
– Triênios
– Adicional de Qualificação
– Gratificação de Difícil Acesso

Ficam congelados:

Auxílio transporte
Auxílio-alimentação
Gratificação de difícil provimento


Veja tabela dos vencimentos dos professores abaixo:


Veja tabela dos vencimentos dos funcionários abaixo:


Baixe a tabela completa de salários (PDF):

Veja a tabela no instagram, com os valores do adicional de qualificação.

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por SEPE-RJ (@sepe_rj)

0