destaque-home, Municipal, Todas

NOTA DO SEPE CONTRA A FRASE “PAREM DE ENCHER O SACO” DO PREFEITO EDUARDO PAES AOS SERVIDORES MUNICIPAIS

O Sepe RJ (Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Rio de Janeiro), vem a público manifestar a indignação e o repúdio dos profissionais de educação à fala do prefeito Eduardo Paes, que considera “encheção de saco” nossas manifestações por reajuste salarial.

 

Paes, nervosinho, diz “parem de encher o saco”, mas nós, servidores da Educação, já não enchemos o saco do mercado há bastante tempo. Só com perdas inflacionárias, nosso salário já teve uma queda de 30% do poder de compra desde o último reajuste, ainda na gestão Crivella.

 

Também é impossível “encher o saco” com nosso vale alimentação. Desde que foi criado, há 10 anos, ele nunca foi reajustado. Recebemos R$ 12,00 por dia. Não enchemos nem o estômago, quiçá o saco.

 

Mas entendemos o motivo da manifestação nervosa do prefeito a três dias das eleições: os servidores têm questionado os candidatos de Paes nessas eleições, entre eles Renan Ferreirinha, Pedro Paulo, Daniel Soranz e Marcelo Calero.

 

O prefeito, ainda, fala como se fosse um mérito de sua gestão a política de oferecer o 14º e o 15ª salários a uma parcela mínima dos servidores, o que quebra a paridade. Isto não é política salarial, mas programa eleitoral e criação de competição entre unidades escolares. E é bom dizer que a categoria não se esquece do calote do 14º que levou no último ano do governo de Paes.

 

Não recuaremos. Continuaremos a encher as postagens dos candidatos do prefeito com nossas justas reivindicações por reajuste salarial e  no valor do vale refeição/alimentação.

 

O Sepe convoca todos os profissionais de educação e demais servidores da prefeitura a, nos próximos dias até a eleição, intensificar o movimento de cobrança nas redes sociais dos candidatos do prefeito.

 

O Sepe somos nós, nossa força, nossa voz!