Agende seu Atendimento Virtual pelo Departamento Jurídico do Sepe nos fones: (21) 99992-4931 (9h às 11h); (21) 97133-7101 (13h às 15h); ou pelo email: juridico@seperj.org.br – segunda a sexta feira
A comunidade escolar da Escola Municipal Vereador Américo dos Santos, funcionários, responsáveis e estudantes, a comunidade de Banco de Areia e adjacências, a direção do Sepe Mesquita realizaram, no dia 10/12, um ato público em defesa da escola pública e da Educação de Jovens e Adultos. O ato teve por objetivo denunciar a tentativa de fechamento da EJA na EM Américo dos Santos.
 
A comunidade iniciou o dia cedo com uma oficina de confecção de cartazes e se uniu à direção do sindicato às 10h, no Paço da Prefeitura. De lá, seguiram em passeata até a Secretaria Municipal de Educação onde se reuniram com a subsecretaria de educação, subordinada ao Secretário Interino de Educação, Renato Miranda.
 
Na reunião foi afirmado que a decisão de encerrar o curso se baseou em relatos de violência feitos pela direção da unidade. Tais fatos foram negados por estudantes, responsáveis e funcionários da unidade que, inclusive, argumentaram que ferramenta para combater a violência é a educação, sendo contraditório encerrar cursos por esse motivo. A subsecretária afirmou que analisará essas questões e dará retorno em breve.
 
Membros da comissão de educação da Câmara de Vereadores também participaram da reunião e se comprometeram a conversar com o prefeito, Jorge Miranda para reverter essa decisão.
 
A manifestação foi noticiada pelo jornal Extra, porém diferente da justificativa dada aos presentes na reunião, inclusive à direção do sindicato, a SEMED informou tratar-se de uma reorganização.
 
Seguimos na luta pelo direito à educação pública, o Sepe se compromete a dar total apoio a comunidade escolar da Américo dos Santos em defesa da manutenção do curso no terceiro turno da unidade.
0