Agende seu Atendimento Virtual pelo Departamento Jurídico do Sepe nos fones: (21) 99992-4931 (9h às 11h); (21) 97133-7101 (13h às 15h); ou pelo email: juridico@seperj.org.br – segunda a sexta feira
A Agência de Notícias do IBGE publicou ontem (dia 6/11) uma matéria mostrando que, em 2018, cerca de 11,8% dos adolescentes com 15 a 17 anos de idade que estavam entre os 20% da população com os menores rendimentos abandonaram a escola sem concluir o ensino básico, um percentual 8 vezes maior que o desse mesmo grupo etário entre os 20% com maiores rendimentos (1,4%). As informações são da Síntese de Indicadores Sociais (SIS) do IBGE.
 
Cerca de 40,0% da população brasileira com 25 anos ou mais de idade não tinham instrução ou sequer concluíram o ensino fundamental. Considerando-se o analfabetismo entre as pessoas com 15 anos ou mais de idade, o Brasil tem a quinta maior taxa (8,0%) entre 16 países da América Latina, segundo a Unesco. Além disso, 49,0% dos brasileiros com 25 a 64 anos não haviam concluído o ensino médio, o dobro da média dos países analisados pela OCDE neste tema (21,8%).
 
Num momento grave em que o governo federal, desde o início do ano, vem cortando de forma contínua as verbas da Educação Pública e, nesta semana, enviou um projeto para o Congresso, visando desobrigar o Estado a investir na Educação, as informações divulgadas pelo IBGE comprovam que a mobilização de todos pelo fim dos cortes nos repasses e verbas para a Educação a manutenção do investimento dos governos no setor é urgente e fundamental. Veja a matéria completa da Agência de Notícias do IBGE pelo link abaixo:
0

A Comissão de Direitos Humanos e Assistência Judiciária da Ordem dos Advogados do Brasil (CDHAJ-OAB/RJ) convida para o Seminário “Conselheiros Tutelares e o Desafio da Efetivação dos Direitos Humanos da Criança e do Adolescente”. O evento ocorrerá no próximo dia 12 de novembro de 2019, terça-feira, às 9:30h, no auditório do SINTSAUDE (Praça Floriano, 51, 8º andar, Centro, Rio de Janeiro/RJ).  
 
O Seminário pretende reunir os Conselheiros Tutelares recém-eleitos para o mandato 2020/2023 (capital) e as agências públicas que integram o Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente para reflexão conjunta sobre os desafios da promoção e da proteção dos Direitos Humanos da Criança e do Adolescente na cidade do Rio de Janeiro.
 
O evento é aberto para todos os interessados, especialmente para os Conselheiros Tutelares (titulares e suplentes) recém-eleitos, e não depende de inscrição prévia.  
 
Segue abaixo a programação completa:
 
9h– Café da manhã
 
9:30h – Mesa de abertura
 
10h– Painel 1: Direitos e deveres dos Conselheiros Tutelares
 
Nadine Borges (OAB/RJ)
 
Eufrásia Maria Souza (DPERJ)
 
11h – Painel 2: Protocolo de segurança
 
Gizele Martins (Comunicadora comunitária da Maré)
 
Representante do Coletivo Papo Reto
 
14h – Painel 3: Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (SINASE)
 
Margarida Prado (OAB/RJ)
 
Pedro Pereira (CEDECA)
 
15h – Painel 4: Rede de assistência da criança e do adolescente na cidade do Rio do Janeiro
 
Rodrigo Azambuja (DPERJ)
 
Lucimar Correa Pereira (CMDCA)
 
16h – Painel 5: Os Desafios da efetivação do ECA
 
Carlos Nicodemos (OAB/RJ)
 
Marcelo Burgos (PUC-Rio)
 
17h – Encerramento
0

O Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ), Campus São Gonçalo, convida para o II Seminário "Educação, Racismo e Decolonialidade", que será realizado nos dias 29 (das 18h às 21h) e 30/11 (das 8h às 18h), no auditório do IFRJ (CIEP 436 – Neusa Goulart Brizola – Rua José Augusto Pereira s/n – Neves – São Gonçalo). Veja detalhes do evento clicando com o botão direito do mouse na imagem ao lado.

0

O Sepe participou, ontem (dia 6/11), de audiência pública na Alerj sobre o tema "Militarização nas esccolas". Durante a reunião, a direção do sindicato também falou sobre o projeto dos governos federal e estadual que objetiva a militarização de escolas públicas e condenou sua implementação. Além do Sepe, representações de outras entidades ligadas ao setor da Educação, como a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) também tiveram espaço para expor suas críticas ao projeto. Veja o vídeo da audiência, produzido pela TV Alerj pelo link:

https://www.youtube.com/watch?v=5FPK32i6wIo

0

O Núcleo de Estudos da Educação Infantil (NEEI) do Sepe RJ promoverá, dia 23/11, o debate: "Práticas pedagógicas de valorização das relações étnico-raciais na educação infantil". O debate será realizado no auditório do Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro (ISERJ), na Rua Mariz e Barros 273 (Maracanã), de 10h às 14h, e contará com a participação dos seguintes debatedores:

José Urutau  Guajajara (pedagogo, mestre em Linguística pela UFRJ e professor bilíngue de Língua e Cultura Tupi-Guarani:

Elisa Cláudia dos Santos Barbosa (especialista em Docência na Eduação Infantil (UNIRIO);

Daniela Xavier Cenciani Regis (Especialista em Psicopedagogia Institucional e professora de Educação Infantil da rede municipal do Rio de Janeiro.

Para participar, pede-se a colaboração de 1 kg de alimento não perecível para a Aldeia Maracanã.

0