Agende seu Atendimento Virtual pelo Departamento Jurídico do Sepe nos fones: (21) 99992-4931 (9h às 11h); (21) 97133-7101 (13h às 15h); ou pelo email: juridico@seperj.org.br – segunda a sexta feira

Justiça para Mariana Ferrer!

Nesta terça (03/11) o país assistiu, perplexo, à audiência do caso Mariana Ferrer, que no final de 2018 teria sido drogada e estuprada por um conhecido empresário, em Florianópolis. Desde o dia da denúncia, a vítima, Mariana, reuniu provas, foi assediada e diversas tentativas de silenciá-la foram feitas.

O SEPE-RJ repudia veemente as sucessivas violências as quais a vítima foi exposta e a todos os envolvidos nesse processo nefasto que teve seu ápice na sentença, ditada por quatro homens numa audiência virtual, onde Mariana foi humilhada pelo advogado de defesa de André, um dos mais caros do país.

Essa verdadeira sessão de tortura e a violência psicológica e moral a qual a vítima foi submetida não foi impedida por nenhum dos presentes, todos homens, brancos, ricos e influentes. O juiz aceitou a “tese” da defesa de que não teria ocorrido o estupro e praticamente jogo a “culpa” em Mariana.

Essa sentença abre precedentes para ainda mais explícitos para a manutenção da impunidade em casos de estupro; perpetua a ideia de que o corpo das mulheres é propriedade masculina; de que mesmo com provas; as mulheres não têm direito a justiça; e fragiliza ainda mais a vitima de violência sexual ao desacreditar e humilhar as vítimas; exames contrangedores e absolvições e penas brandas para estupradores.

O movimento feminista está se mobilizando em defesa de Mariana Ferrer, contra essa sentença absurda, misógina!

Em todo o país estão sendo convocados protestos. No Rio de Janeiro o protesto vai acontecer domingo dia 08/11 às 14h na Cinelândia.

Justiça por Mariana Ferrer, contra a cultura do estupro.

NÃO EXISTE ESTUPRO CULPOSO!

Secretaria de Gênero e Combate à LGBTfobia do SEPE-RJ
 

0