Agende seu Atendimento Virtual pelo Departamento Jurídico do Sepe nos fones: (21) 99992-4931 (9h às 11h); (21) 97133-7101 (13h às 15h); ou pelo email: juridico@seperj.org.br – segunda a sexta feira

Os advogados do Departamento Jurídico do Sepe fizeram um relatório em que analisam os efeitos da Lei Complementar nº 173 – Lei de ajuda aos Estados e Municípios, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro, com a intenção de fazer frente à crise econômica no país causada pela pandemia do coronavírus. A lei foi publicada em 28 de maio e causou a revolta dos servidores públicos das três esferas (federal, estadual e municipal), pois prevê o congelamento dos salários e vantagens do funcionalismo pelos próximos dois anos (até dezembro de 2021).

No texto, o Jurídico do Sepe discorre sobre os problemas causados pela Lei no que diz respeito à reajustes salariais (no Rio de Janeiro, já são mais de seis anos sem aumento) e contagem de tempo para concessão de benefícios como anuênios, triênios, quinquênios, licença-prêmio etc, que também podem ficar congelados.

O relatório pode ser lido aqui.

0