Agende seu Atendimento Virtual pelo Departamento Jurídico do Sepe nos fones: (21) 99992-4931 (9h às 11h); (21) 97133-7101 (13h às 15h); ou pelo email: juridico@seperj.org.br – segunda a sexta feira

A rede estadual realizou uma assembleia geral dia 18 de agosto, na UERJ, e decidiu que a categoria fará uma paralisação de 24 horas, no dia 19 de setembro, que será um mês de mobilização e organização da luta contra a BNCC e as Reformas da Educação. Veja as principais deliberações da plenária e o calendário de lutas da rede estadual:

Calendário
Inspetores de alunos: Ato na ALERJ no dia da votação do PL das 30h para Inspetores de Alunos, com indicativo de transporte de Núcleos e Regionais.
 
Setembro de Mobilização e Organização da luta contra a BNCC e as Reformas da Educação
 
Dias 3 a 6: semana de resistência para organização de debates nas escolas, aulas públicas e panfletagens. Orientação para gravar as atividades e enviar os materiais para a Secretaria de Imprensa da Diretoria Estadual.
 
Dia 10: Debates nas escolas. Ida de uma caravana para Audiência Pública em Brasília e barrar a BNCC. Plenária com sindicatos da Educação das redes municipais, estadual e federal, escolas privadas e universidades e representação estudantil com o objetivo de um dia de lutas da Educação em outubro e lançamento de uma campanha “O Rio de Janeiro não vai aceitar a BNCC e as Reformas da Educação”.
 
Dia 19: Greve de 24 horas com assembleia geral da rede estadual, às 10h e ato às 15h, com concentração na Candelária e passeata até a Alerj, com a participação das demais categorias de servidores a ser construída na Plenária do funcionalismo no dia 10/9.
 
Adendos:
Protocolar pedido de audiência com a SEEDUC e reapresentação da pauta da categoria, incluindo cálculo de reposição salarial com dados do DIEESE.
 
Plenárias
Plenárias aprovadas: Terceirizados (realizar a plenária já aprovada em Assembleia, mas que foi cancelada devido à greve dos caminhoneiros deste ano), Educação do Campo e Professores de Educação Física.
 
Inclusões na pauta de reivindicações:
 
Campanha salarial "Já são 4 anos sem reajuste – Chega!"; pelo descongelamento do Plano de Carreira;
 
Funcionários: denúncia do piso salarial estar abaixo do salário mínimo; luta pelo enquadramento por formação; luta por novos concursos públicos e contra a extinção de cargos.
 
Cobrar a sanção do Projeto de Lei aprovado na Alerj que impede o fechamento de escolas.
 
Comissão de Ética
formação de uma comissão de ética para os casos de voto duplicado e triplicado nas eleições do Sepe de 2018. Após a votação foi reivindicado o estatuto do Sepe sob o argumento de que tal questão não poderia ter sido deliberada na medida em que não cabe à assembleia de rede decidir sobre questões relativas às eleições a a filiados, mas somente uma assembleia geral de filiados.
0