Agende seu Atendimento Virtual pelo Departamento Jurídico do Sepe nos fones: (21) 99992-4931 (9h às 11h); (21) 97133-7101 (13h às 15h); ou pelo email: juridico@seperj.org.br – segunda a sexta feira

Interpelada pelo Sepe a respeito da suspensão do trabalho em home office e do rodízio dos profissionais lotados na sua sede administrativa, a Secretaria Municipal de Educação enviou um ofício ao sindicato nesta terça-feira (dia 9 de junho). No documento assinado pela chefe de gabinete, Heloísa Sermúd Braz, a SME Rio esclarece que seguirá com a manutenção do trabalho em home office ou sistema de rodízio para os funcionários do Nível Central, considerando as atividades que desenvolvem.

A chefe de gabinete acrescentou no documento que os funcionários que apresentam comorbidades devem permanecer afastados de suas atividades laborais de forma presencial, enquanto durar a vigência do Decreto Municipal nº 42.247/2020.

O Sepe acionou a SME, em atendimento a uma solicitação dos profissionais ali lotados, preocupados com a possibilidade da volta do trabalho presencial, num momento em que os números de casos e da mortalidade da pandemia do coronavírus não param de crescer na cidade do Rio de Janeiro. Tão logo que ficou ciente do problema, a direção do sindicato entrou em contato com a Secretaria e, agora, recebemos um ofício negando a volta do trabalho presencial no seu Nível Central (veja o teor do ofício na imagem).

Leia ofício da SME Rio

0