Recepção: (21) 2195-0450. Agendar atendimento no Jurídico: (21) 2195-0457 / 0458 (11h às 16h).
Veja abaixo, a moção de apoio e solidariedade à professora da rede estadual, Daniela Abreu, que está sendo vítima de ataques e ameaças e de perseguição política: 

Moção de apoio e solidariedade à professora Daniela Abreu

Daniela é uma lutadora na defesa da educação pública, gratuita, democrática, autônoma, emancipadora e socialmente referendada desde a década de 1990. Há 17 anos é professora de artes na Rede Estadual e uma referência na aplicação da lei 10.639 nas escolas. Coordena desde 2006 a Semana da Consciência Negra em sua escola. Foi diretora do Sepe Magé/Guapimirim e hoje vive uma grave perseguição política com características fascistas, oriunda de uma rede de ódio na cidade de Magé.

No dia 23 de setembro, teve sua sala de aula invadida por policiais e pelo TRE, no momento em que fechava notas de uma turma do 2º ano do ensino médio. Chegaram de forma intimidatória, a constrangeram, revistaram a mochila de dois alunos menores e mesmo depois dos alunos afirmarem que ela não estava fazendo nenhuma campanha, a conduziram para fora da escola e a obrigaram abrir sua bolsa e entregar seus documentos. Em minutos ela estava em todas as redes da cidade, em vários vídeos cortados, editados e descontextualizados, fazendo menção de sua prisão, que não ocorrera.

Uma vez que toda a armação fora afirmada pela comunidade escolar e processos sem materialidade foram arquivados, a escola foi surpreendida com a visita do deputado estadual Alan Lopes. No dia 10 de abril, semana em que todas as escolas de todo o país viviam uma série de ameaças de violência, ele grava um vídeo na porta da escola, expõe a professora, requenta os vídeos editados, e faz novas acusações sobre doutrinação ideológica na escola, focando principalmente nas atividades dos 21 dias de combate ao racismo. Coloca a professora alvo de possíveis violências e dentro de um bombardeio de milhares de discursos de ódio, que inclusive sugerem sua morte, assim como atacando também a memória da vereadora assassinada há cinco anos, Marielle Franco.

Depois de toda a arbitrariedade e a violência política sofrida, ela é colocada em sindicância pela Secretaria Estadual de Educação. Esperamos que a sindicância seja rapidamente arquivada e que toda a injustiça e violência seja reparada.

Deixando claro que doutrinação ideológica não existe – este conceito foi definido pelo STF como inconstitucional.

Todo apoio à professora, à liberdade de cátedra e a democracia nas escolas.

Somos todos Daniela!

0

O XVI Congresso do Sepe, iniciado na quinta-feira (25), no Centro de Exposição Expomag, na Cidade Nova, termina neste sábado (27). Mais de 1.200 delegados estão participando (1.500 foram eleitos em todo o estado).

Nesta sexta-feira, dia 26, os delegados aprovaram o plano de lutas que norteará a categoria nos próximos embates em defesa da educação pública de qualidade – inclusive foi aprovada a oposição ao arcabouço fiscal, plano econômico do governo federal que substituirá o atual teto de gastos, que está sendo discutido no Congresso e traz graves amarras ao Fundeb e demais investimentos públicos e na Educação.

O plano de lutas aprovado também traz como eixo político para o sindicato a luta contra a extrema-direita, que tem a sua cara na educação no famigerado projeto “escola sem partido”.

O plenário também aprovou que o sindicato tenha como objetivo o “fortalecimento e a reafirmação da necessidade da luta constante pelos concursos públicos da educação para todas as funções, reforçando o papel histórico dos servidores públicos em prol da Educação Pública”.

Na sexta-feira (26), o Sepe realizou um protesto próximo à prefeitura do Rio, em defesa da greve das escolas estaduais, iniciada dia 17 de maio. Infelizmente, policiais militares reagiram de modo desproporcional, reprimindo os profissionais de educação com spray pimenta – o protesto era pacífico e trazia até mesmo algumas crianças, filhos das delegadas ao congresso. O Sepe irá protestar juntar ao governo do estado contra essa repressão desmedida – veja o momento da repressão.

Neste sábado, 27, os delegados e delegadas irão discutir na plenária final, prevista para começar às 14h30, propostas de mudanças no estatuto do sindicato.

Neste link, você tem acesso à programação.

0

Com mais de 1,5 mil delegados inscritos até a manhã dessa quinta-feira, dia 25, o primeiro dia do 16º Congresso do Sepe já teve a aprovação do regimento e, em seguida, a apresentação e defesa das 10 teses que foram inscritas para o evento, que está sendo realizado no Centro de Convenções Expomag, na Cidade Nova, ao lado da prefeitura do Rio de Janeiro.

Na parte da tarde haverá, daqui a pouco, a primeira mesa, que irá discutir a Conjuntura Política – tenha mais informações e baixe os materiais do Congresso neste link específico.

Amanha, sexta-feira, dia 26, às 11h, os delegados e os profissionais do estado em greve desde o dia 17 de maio farão um ato próximo à prefeitura, em defesa do piso para todos as carreiras e contra o projeto do governo, que quer pagar o piso apenas para uma minoria da categoria, descumprindo o Plano de Carreira da educação estadual.

Nas nossas redes sociais também estamos fazendo uma cobertura completa do evento, que terá a mesa de conjuntura transmitida on-line, daqui à pouco.

0

O Sepe informa que a SME confirmou o abono de ponto solicitado para todos os delegados da rede municipal que participarão do XVI Congresso da entidade.  Em reuniões anteriores com a direção do sindicato, Willman Costa, assessor do gabinete da SME assegurou que o abono seria concedido e, para tanto, seria necessário o envio da listagem dos delegados que pertencem à rede municipal RJ, o que foi feito pelo sindicato através do ofício 031/2023.

0

A Comissão Organizadora do XVI Congresso do Sepe comunica aos interessados em expor seus materiais (Livros, Vestuário, Acessórios, Revistas, etc.) durante a realização do evento, que será realizado no Centro de Convenções EXPOMAG, de 25 a 27 de maio, para que confirmem a sua presença, impreterivelmente, até o dia 15 de maio. Todas as informações constam da circular CIRC/SEPE/RJ/003/2023.
 
O Centro de Convenções EXPOMAG cobra o valor de R$ 160,00 (cento e sessenta reais), para cada expositor, pelos 3 dias de congresso, sendo disponibilizado um “pranchão” (tipo mesa) no tamanho de 1,80 x 50 e uma toalha.
 
O pagamento/depósito deverá ser feito na conta corrente do Sepe/RJ no Bradesco: agência nº 3176, conta corrente 23941-0 – CNPJ do Sepe: 28.708.576/0001-27.
 
O comprovante do pagamento deve ser enviado para: [email protected] com cópia para [email protected], informando: “EXPOSITOR – 26 CONSEPE” e o tipo de materiais que serão expostos.
 
A Comissão informa que a EXPOMAG não permite comercializar alimentos e bebidas no local, além de não permitir nenhum expositor sem prévio cadastro junto ao Sepe/RJ.
 
O Congresso reitera o seu compromisso de colaboração e apoio para com as produções socioculturais e político-acadêmicas, movimentos sociais, agentes culturais e povos tradicionais (população negra, indígena, quilombola), mulheres, LGBTTs, pessoas com deficiência e população do campo.

Todas as informações constam da circular CIRC/SEPE/RJ/003/2023, que pode ser lida aqui.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

0

O Sepe está realizando, desde as 9h desta segunda-feira (dia 8 de maio), o recolhimento das atas das eleições de delegados tirados em todo o estado para participarem do XVI Congresso de Educação do Sepe.

O sindicato está realizando um plantão para recebimento e verificação das atas, em dois turnos: das 9h às 14h e das 15h às 20h. Para organizar o processo, foram disponibilizados três espaços para esta tarefa. A entrega está sendo feita na seguinte ordem:

 

1 – Sala de triagem com a comissão organizadora;

 

2 – Sala intermediaria para verificação de pendências de quitação e de filiação, cujo responsável será um funcionário da Tesouraria do Sepe;

 

3 – Sala de emissão de recibo da entrega das respectivas atas.

 

O Sepe informa ainda para os delegados recém filiados, cuja rede tem desconto em folha mas que se filiaram entre os meses de abril e maio deste ano, que eles poderão apresentar apenas o recibo de filiação como comprovação de quitação, uma vez que não haverá prazo útil para que tenham incluídos estes descontos em seus contracheques.

 

Veja o Regimento do XVI Congresso pelo link do site do Sepe:


0