Agende seu atendimento pelo Departamento Jurídico do Sepe no fone: (21) 2195-0457 (10h às 16h).

O Sepe Duque de Caxias solicitou ao DIEESE novo levantamento em relação às perdas salariais e recomposição salarial dos profissionais de educação de Duque de Caxias:

Reajuste salarial no período  de 2016 a 2021: 0,00%

INPC-IBGE acumulado no período 28,62%

 

Desta forma, a Reposição das Perdas salariais até 31 de dezembro de 2021 deveria ser de 22,25%, mas o necessário para termos

Reajuste Real em 01 de janeiro de 2022 é 28,62%.

 

Segundo o RGF-DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL (LRF) do 2º Quadrimestre de 2021:

A RECEITA CORRENTE LÍQUIDA da Prefeitura de Duque de Caxias foi de R$ 3,4 bilhões e a DESPESA TOTAL COM PESSOAL foi R$ 1,35 bilhões.

 

Logo, ficamos com um índice de 39,63%, bem abaixo  dos 51,3% permitido pelo Limite Prudencial da  Lei de Responsabilidade Fiscal.

 

Com isso, podemos perceber que o município tem um folga orçamentária e fiscal de R$ 398 milhões, que poderia representar um crescimento de aproximadamente 29% na folha de pagamento do município.

 

Os dados comprovam que é perfeitamente possível garantir o reajuste ou reposição das perdas salariais.

 

Basta somente vontade política ao Prefeito Washington Reis (MDB) para impedir que o funcionalismo público continue acumulando perdas nos próximos anos.

 

O Sepe Duque de Caxias iniciará uma campanha de negociação para conquistar um reajuste que recomponha as perdas salariais dos últimos seis anos, agravadas pela crise econômica causada pela pandemia de Covid-19.

CLIQUE NO LINK ABAIXO PARA VER O VÍDEO DA DIREÇÃO DO SEPE CAXIAS SOBRE O ASSUNTO:

https://tinyurl.com/yumyuztx

0

Em assembleia virtual realizada no final da tarde desta quinta-feira, dia 10 de junho, os profissionais da rede estadual aprovaram a manutenção da greve em defesa da saúde e da vida contra o retorno presencial das atividades escolares, mas com a manutenção das atividades remotas em home office.

A plenária virtual também aprovou apoio ao ato Fora Bolsonaro, que será realizado no dia 19 de junho, com transmissão online da atividade.

Veja como foi a votação:

1

219 votos (86,6%): A assembleia da Rede estadual do RJ aprova para a MANUTENÇÃO da GREVE EM DEFESA DA SAÚDE E DA VIDA contra o retorno presencial das atividades escolares mas com a manutenção das atividades remotas em home Office

 

11 votos)4,3%): A assembleia da rede estadual aprova a SUSPENSÃO da GREVE EM DEFESA DA SAÚDE E DA VIDA

 

23 votos (9,1%):  Abstenção

2

Sobre o ato Fora Bolsonaro no dia 19 de junho

 

157 votos (62,1%): A assembleia da rede estadual apoia o ato, com transmissão online da atividade.

 

74 votos (29,2%): A assembleia da rede estadual convoca a categoria para participar do ato no dia 19 de junho.

 

22 votos (8,7%): Abstenção

Veja abaixo gráfico com índices da votação que aprovou a continuidade da greve na rede estadual:

0

O Sepe RJ realizou um ato simbólico de protesto na prefeitura do Rio de Janeiro no final da manhã desta quinta-feira (dia 10 de junho). O protesto em defesa da saúde e da vida contou com transmissão ao vivo pelas redes sociais do sindicato e foi marcado pela reivindicação dos profissionais das escolas municipais do Rio de Janeiro de fechamento das escolas, vacinação para todos e respeito da parte da prefeitura aos protocolos sanitários para a prevenção da covid-19, em momento de alta no número de casos e de ocupação de leitos de UTI.



0

O Sepe RJ disponibiliza para os profissionais de educação da rede estadual um modelo de ata de Reunião de Consulta sobre o Novo Ensino Médio que vem sendo implementado pela SEEDUC RJ. No modelo ora disponibilizado, a categoria pode encontrar todos os questionamentos feitos pelos profissionais das escolas nas plenárias realizadas pelo sindicato e nas reuniões nas escolas sobre a forma de implementação da Reforma do Ensino Médio pela SEEDUC RJ.

 

O Sepe lembra à categoria que esta é a última semana do processo de implementação, acentuando a importância das manifestações e denúncias da categoria contra o projeto do novo ensino médio que a SEEDUC quer levar a cabo para as escolas da rede estadual.

 

Para acessar o modelo da ata de reunião de consulta sobre o Novo Ensino Médio, clique nas imagens abaixo:


 

Clique nos links abaixo para acessar os canais de denúncia do Ministério Público Estadual para denunciar onde não está ocorrendo o debate de forma ampla e democrática sobre a reforma do ensino médio, quem vem sendo tocada pela SEEDUC RJ

 

Formulário para denúncia on line ao MP/RJ: 

http://www.mprj.mp.br/comunicacao/ouvidoria/formulario…

 

Email do MP da Educação: cao.educacao@mprj.mp.br

 

Site do MP da Educação: http://www.mprj.mp.br/…/conhe…/areas-de-atuacao/educacao

 

Facebook MP: https://www.facebook.com/MPRJ.Oficial

 

 

0

O Sepe RJ publica abaixo uma carta manifesto dos professores do Ciep 032 Cora Coralina, enviada para a Coordenadoria Metropolitana V da SEEDUC, expressando seu repúdio à Reforma do Ensino Médio que a SEEDUC quer implementar na rede estadual de educação.

À Metropolitana V

CARTA-MANIFESTO

Nós, professores das áreas de Arte, Biologia, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Estrangeira, Língua Portuguesa, Matemática, Química e Sociologia do CIEP 032 – Cora Coralina, da Metropolitana V, vêm por meio desse documento manifestar nosso repúdio à reforma do Ensino Médio que a SEEDUC/RJ está implementando na rede estadual.

Em plena Pandemia a mesma está impondo ações relativas a essa Reforma com prazos determinados, como o formulário/questionário que foram enviados para as escolas solicitarem aos professores o preenchimento em um curto período de tempo, sem tempo para a categoria debater com a comunidade escolar e chegar num consenso. Alguns docentes chegaram a iniciar o preenchimento do questionário/formulário, mas após um intenso debate entre equipes de diferentes áreas, definimos que NÃO DEVEMOS concluir pelas seguintes razões:

 

  • O prazo determinado pela SEEDUC/RJ para entrega do formulário/questionário é extremamente curto. Não há tempo hábil de debater com a categoria e compreender o motivo real dessa pressão;

 

  • Pelo adiamento da consulta da SEEDUC. Por uma conferência estadual de educação, com debate democrático com a categoria;

 

  • Somos contra à precarização da educação que essa Reforma do Ensino Médio irá trazer para escola pública;

 

  • Somos contra as parcerias público-privadas, que essa reforma possibilita, dinheiro público deve ser investido nas escolas públicas;

 

  • Somos contra o agrupamento de disciplinas em ciências humanas e sociais aplicadas. Somos a favor da permanência curricular por área de conhecimento em que todas as disciplinas devem ser obrigatórias, sem que nenhuma disciplina tenha menos de 2 tempos! (Cada matrícula uma escola);

 

  • Consideramos o documento engessado e extremamente conteudista, sem espaço para qualquer ação docente. Além disso, não é considerada a realidade nem o contexto social específico da comunidade escolar;
  • Somos a favor do direito à educação para todos e não o direito a aprendizagem como está no texto dessa reforma;

 

  • Defender a autonomia pedagógica – Que as escolas tenham autonomia para estruturar o Ensino Médio;

 

  • Contra o notório saber.

Sem mais,

Professores do CIEP 032 Cora Coralina.

Duque de Caxias/RJ, 27 de maio de 2021.



0

O Sepe informa aos profissionais de educação da rede municipal do Rio de Janeiro que as inscrições para a assembleia geral virtual da rede, que será realizada na próxima sexta-feira (DIA 11 DE JUNHO), às 17h, já se encontram abertas. Veja pelo link do site do Sepe como se inscrever para a plenária pela rede Zoom, que discutirá os rumos da greve em defesa da saúde e da vida:

 

PERÍODO DE INSCRIÇÃO: as inscrições já estão abertas e o término será às 22h da quinta-feira (dia 10 de junho)

 

a) A INSCRIÇÃO será feita por meio do seguinte LINK: https://rio.seperj.info/

b) Caso não esteja ainda cadastrado o profissional será encaminhado para preencher o formulário de cadastramento (será solicitado envio de contracheque digitalizado da rede em questão);

 

c) No prazo de até 24 horas será informada a aprovação (ou não) de seu cadastro;

 

d) Após a aprovação do cadastro o profissional receberá uma mensagem de e-mail com a confirmação da inscrição e link para ativação de sua senha (confira nas Caixas de Spam ou de Promoções);

 

e) No dia da assembleia o profissional devidamente cadastrado e com a senha ativada receberá por e-mail links de acesso a plataforma Zoom e para votação de propostas.


 

0

Em plenária virtual pela rede Zoom nesta segunda-feira (dia 7 de junho), a rede municipal do Rio de Janeiro decidiu pela continuação da greve em defesa da saúde e da vida, deflagrada desde o início de fevereiro/2021. Veja como foi a votação da categoria nesta assembleia:

1)

Sobre a greve em defesa da saúde e da vida:

159  votos  (65,7%):  A assembleia da Rede Municipal do Rio de Janeiro aprova para a MANUTENÇÃO da GREVE EM DEFESA DA SAÚDE E DA VIDA contra o retorno presencial das atividades escolares, mas com a manutenção das atividades remotas e de home Office.

42 votos (17,4%): A assembleia da Rede Municipal do Rio de Janeiro aprova a SUSPENSÃO da GREVE EM DEFESA DA SAÚDE E DA VIDA.

41 votos (16,9%): Abstenções.


2)

Sobre a participação no dia Nacional de Lutas, 19 de junho, pelo Fora Bolsonaro:

112 votos (46,3%): A Assembleia da Rede Municipal do Rio de Janeiro aprova divulgar a convocação do Ato Nacional do 19/06 #ForaBolsonaro#, com apoio estrutural e transmissão do ato.

94 votos (38,8%): Construir a Jornada de Luta do dia 19/06 na base do Sepe com as seguintes atividades:

08 a 18/06 – visita as escolas com boletins e distribuição de adesivos da campanha “Fora Bolsonaro! Vacina para todas e todos já!”;

Indicação de transporte para as regionais para o ato do dia 19;

Compra e distribuição de máscaras PFF2 para a categoria;

Organizar a coluna dos trabalhadores da educação no ato;

Conformar uma comissão sanitária responsável pela garantia de protocolos

36 votos (14,9%) Abstenções

 

3)

Sobre as assembleias da rede municipal do Rio de Janeiro:

Manter as assembleias virtuais, independentemente da greve, enquanto durar o quadro atual da pandemia.

222 votos (91,7%): Sim 

10 votos (4,1%): Não

10 votos (4,1%): Abstenção



0

A comunidade escolar da Escola Municipal Senador Corrêa, situada no bairro de Laranjeiras onde ocupa um prédio histórico e tombado pelo patrimônio lançou um abaixo assinado virtual pelo site Avaaz para reivindicar da prefeitura investimentos na conservação da infraestrutura do prédio da unidade. Hoje, a Senador Corrêa se encontra com a estrutura gravemente comprometida, com alguns pontos que ameaçam desabar a qualquer momento.

O abaixo assinado pode ser acessado pelo link abaixo:

https://secure.avaaz.org/community_petitions/po/excelentissimo_secretario_da_educacao_da_cidade_do_por_dignidade_na_educacao_e_valorizacao_de_patrimonio_historico/

Veja um vídeo denúncia da situação atual da EM Senador Corrêa pelo link do you tube:

0

O Sepe infoma aos profissionais de educação que a Lei Federal 13.979, de 06 de fevereiro de 2020, garante que no dia da vacinação o trabalhador tem o direito à dispensa do trabalho. A determinação está colocada no Artigo 3º, parágrafo 3º, com o seguinte texto: “§ 3º Será considerado falta justificada ao serviço público ou à atividade laboral privada o período de ausência decorrente das medidas previstas neste artigo.“ Entre as medidas previstas  pelo artigo citado se encontra a vacinação contra a covid-19.

 

Na quarta-feira (dia 07 de junho) está previsto no calendário da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro que o restante dos profissionais de educação da rede municipal deverão receber a primeira dose da vacina contra a covid-19. O sindicato esclarece para a categoria que, segundo o texto da Lei 13.979, os profissionais que forem imunizados neste dia não são obrigados a comparecer ao trabalho. Veja o teor completo da Lei no pdf abaixo:

lei dispensa dia da vacina

0